• BVSP 121.113,93 pts +0,3%
  • USD R$ 5,5873 -0,0013
  • EUR R$ 6,7334 +0,0370
  • ABEV3 R$ 15,85 -0,13%
  • BBAS3 R$ 29,75 +0,37%
  • BBDC4 R$ 26,17 +1,43%
  • BRFS3 R$ 23,62 -2,80%
  • BRKM3 R$ 50,09 +3,24%
  • BRML3 R$ 9,8 +0,20%
  • BTOW3 R$ 68,22 +0,04%
  • CSAN3 R$ 90,81 -0,27%
  • ELET3 R$ 35,46 +3,68%
  • EMBR3 R$ 15,81 -0,94%
  • Petróleo US$ 59,36 +0,00%
  • Ouro US$ 1.780,20 +0,00%
  • Prata US$ 26,27 +0,00%
  • Platina US$ 1.207,20 +0,00%

Bilionário diz que todo americano deve poder se aposentar milionário

Bill Ackman descreve plano chamado de Birthright, que daria a cada pessoa investimentos de mais de 1 milhão de dólares aos 65 anos

William Ackman, o presidente de um fundo de investimentos, diz que o sonho americano decepcionou muitos por conta do aumento da desigualdade nos Estados Unidos. "Um dos principais problemas com o capitalismo, particularmente como tem funcionado nas últimas décadas, é que o crescimento do salário não acompanhou o passo da criação de valor de longo prazo, o que favoreceu desproporcionalmente os ricos e a classe média alta", diz ele.

Existe uma solução: ajudar todos os cidadãos do país a investir desde o nascimento, para que possam se aposentar milionários. Em uma coluna no The New York Times, Ackman descreve um plano em que o governo americano abriria uma conta de investimentos para cada americano ao nascer. "Uma solução potencial para a desigualdade de riquezas é criar uma maneira de aqueles sem nenhum ativo investido participarem do sucesso do capitalismo", escreve o bilionário. 

Chamado de Birthright, algo como direito de nascença, esse plano daria a cada pessoa investimentos de mais de 1 milhão de dólares aos 65 anos, ou 2 milhões de dólares aos 74 anos.

Os investimentos de 6.750 dólares seriam feitos em fundos de equity e não poderiam ser alterados pelos cidadãos até a aposentadoria, aos 65 anos. Com cerca de 8% de retorno ao ano, Ackman prevê que todos seriam milionários ao se aposentar. "Retornos compostos de investimentos são de fato uma das maravilhas do mundo", diz ele. Mais do que fornecer uma aposentadoria, esse fundo encorajaria uma educação financeira maior, diz. 

Com uma fortuna de 2,2 bilhões de dólares, Ackman é o criador do fundo Pershing Square Capital Management, que administra 12 bilhões de dólares. 

No início da pandemia do novo coronavírus, o fundo comprou 27 milhões de reais em seguros de proteção de crédito conta calotes. Essa compra teve um retorno de mais de 10.000%, gerando 2,6 bilhões de dólares. O lucro dessa operação foi usada para comprar ações de empresas como Berkshire Hathaway, Hilton e Starbucks.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.