Negócios

Seis dicas do Google para seu negócio alcançar a maturidade digital

Investir em pessoas, cultura e dados está entre as recomendações para amadurecer presença no digital

Empresas com maturidade digital chegam a ter alta de 18% na receita (svetikd/Getty Images)

Empresas com maturidade digital chegam a ter alta de 18% na receita (svetikd/Getty Images)

I
Isabela Rovaroto

7 de julho de 2022, 16h56

A maturidade digital é um fator importante para quem quer ter sucesso nos negócios. Ela se refere ao nível de integração das tecnologias no dia a dia de uma empresa e sua capacidade de competir efetivamente e prosperar no ambiente digital.

Altos níveis de maturidade digital trazem vantagem competitiva em diversos indicadores de desempenho. Estudo The Fast Track to Digital Marketing Maturity, realizado pela BCG em parceria com o Google, mostra que empresas com maturidade digital podem ter 18% de aumento na receita, 29% na redução de custos e até o dobro de aumento na participação de mercado.

Assine a newsletter EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio

Para Fernanda Dória, diretora de vendas de Google Customer Solutions, "as pessoas sabem do valor do digital para o crescimento de uma empresa, mas ainda existe uma dificuldade em entender como amadurecer essa presença e aproveitar todo o potencial das redes”.

Pensando nisso, a executiva destacou seis pontos-chave para os negócios que desejam alcançar a maturidade digital. Confira:

Time

"Os bens mais valiosos de uma empresa são as pessoas que a formam". Para trilhar o caminho da maturidade digital é fundamental ter um time qualificado para transformar dados e informações em insights — algo que só é possível com lideranças atentas.

"Os líderes devem se comprometer a fazer mudanças, enxergar a tecnologia de forma estratégica e buscar desenvolver e capacitar o time para criar uma cultura empresarial mais ágil e flexível", explica a executiva.

Para isso, é importante que a empresa valorize o aprendizado contínuo das equipes e que os líderes incentivem os times a fazer parte da transformação digital. Dessa forma, todos podem trazer sugestões de melhorias e trabalhar juntos para que a maturidade digital possa ser alcançada na prática.

Risco

Segundo a executiva do Google, é importante que o risco tenha espaço dentro da cultura do time para que as pessoas possam experimentar e crescer. Por isso a importância do “testar e aprender”.

“O que garantiu sucesso até aqui pode não garantir sucesso no futuro. Por isso, também é fundamental que as empresas abram espaço para testar, pois tentativa e erro estão na base dos processos de inovação”, conta.

Outro elemento cultural necessário para desenvolver maturidade digital é a agilidade. Isso porque a agilidade parte do entendimento de que decisões têm de ser tomadas constantemente, acompanhando o ritmo dos negócios e a crescente demanda por parte dos consumidores.

LEIA TAMBÉM: Aos 35, empreendedora fatura R$ 7 milhões ensinando a fazer vídeos no TikTok

Dados

A maneira como a empresa utiliza os dados dos clientes para moldar estratégias, produtos e serviços é muito importante, sendo necessário ter os dados corretos para gerar insights que vão ajudar a fornecer o melhor serviço a eles. Dentro desse contexto, é fundamental ser transparente com o consumidor e deixar claro como está usando suas informações.

“Se o público não obtém benefícios ao ceder seus dados, a tendência é que ele deixe de compartilhá-los e passe a se relacionar com marcas que entregam benefícios reais. Há um estímulo maior se algo lhe for oferecido em troca: descontos, amostras de produtos, cupons e garantias estendidas”.

Garantir a adequação de todos os processos à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), ao mesmo tempo que estabelece relações personalizadas com os consumidores, demanda um planejamento que inclui a contratação de profissionais especializados e comprometimento por parte dos colaboradores.

Mensuração

Os consumidores conversam com as marcas de diversas formas, passando por anúncios, redes sociais, mídias offline e mais. Em meio a tamanha multiplicidade de meios, é importante mensurar e analisar o papel que cada um deles têm no processo de decisão de compra.

Quando é possível distinguir o que gerou mais impacto na conversão de clientes e usar as ferramentas digitais para ajudar na atribuição de valor para as estratégias de marketing, as empresas estão mais perto de alcançar a maturidade digital.

LEIA TAMBÉM: Como fazer inovação dentro da própria empresa? Um estudo inédito dá pistas

Parcerias

É importante que os times estejam abertos a evoluírem e aprenderem novas habilidades. "Para que a transformação digital aconteça de forma robusta, as equipes precisam trabalhar juntas com o objetivo de gerar mais eficiência para a empresa e mais valor para os clientes".

Outro ponto fundamental é que as empresas vejam a cooperação de forma estratégica. "O processo de maturidade digital é longo e, nesse contexto, conectar-se com outros players da indústria, parceiros de tecnologia e fornecedores pode ajudar a levar ainda mais valor para os consumidores".

Foco no cliente

"É difícil e demanda uma mudança grande de estratégia, porque muitas vezes as empresas costumam ter uma abordagem muito autocentrada em suas próprias necessidades, mas o cliente precisa ser o foco".

Colocar os consumidores no centro significa que todas as decisões da empresa são pensadas para solucionar os problemas que eles experienciam, além de agregar mais valor para suas vidas.

“Antes de iniciar qualquer projeto, pergunte-se: para quem eu estou fazendo isso? Se a resposta não for ‘meu cliente’, talvez valha a pena repensar a estratégia.”

LEIA TAMBÉM:

Saiba quem é a executiva mais rica dos EUA com patrimônio de US$ 11,6 bilhões

CEO de empresa de US$ 68 bilhões pede demissão: "Vou sentar na praia e não fazer nada"