• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Xi Jinping diz que a China sustentará a paz mundial — apesar de temores

O comentário do presidente da China aconteceu depois de Taiwan dizer que a tensão militar é a pior em mais de 40 anos
 (Getty Images/Justin Chin/Bloomberg)
(Getty Images/Justin Chin/Bloomberg)
Por ReutersPublicado em 25/10/2021 09:31 | Última atualização em 25/10/2021 09:31Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O presidente chinês, Xi Jinping, prometeu nesta segunda-feira que a China sempre sustentará a paz mundial e as regras internacionais, em meio aos temores expressados pelos Estados Unidos e outros países a respeito de sua assertividade global crescente.

Os comentários vieram depois de Taiwan dizer neste mês que a tensão militar com a China é a pior em mais de 40 anos devido a preocupações cada vez maiores de que a vizinha gigante possa tentar retomar através da força a ilha autogovernada, que reivindica como sua.

Em um discurso para comemorar o 50º aniversário da volta da China à Organização das Nações Unidas (ONU), Xi disse que o país sempre será "construtor da paz mundial" e um "protetor da ordem internacional", de acordo com a agência estatal de notícias Xinhua.

"A China se opõe resolutamente a todas as formas de hegemonia e política de poder, de unilateralismo e de protecionismo", disse Xi, pedindo mais cooperação global em temas como conflitos regionais, terrorismo, mudança climática, segurança cibernética e biossegurança.

Xi pediu que todos os países defendam os valores da paz, do desenvolvimento, da justiça, da democracia e da liberdade, fazendo uso da frase "valores comuns da humanidade", que cunhou e mencionou pela primeira vez em um discurso de julho para o 100º aniversário do Partido Comunista Chinês governista.

Além de Taiwan, Pequim está mais enfática em sua reivindicação de territórios disputados em sua fronteira himalaia com a Índia, porções do Mar do Sul da China disputadas com algumas nações do sudeste asiático e algumas ilhas do Mar do Leste da China disputadas com o Japão.