Vietnã proíbe Pokémon Go em escritórios do governo

Centenas de milhares de jogadores baixaram o jogo desde seu lançamento em 6 de agosto no Vietnã

Hanói – O Vietnã proibiu o jogo Pokémon Go em escritórios do governo e do partido Comunista, além de instalações de defesa, após milhares de pessoas aderirem à nova mania de capturar os personagens virtuais.

Centenas de milhares de jogadores baixaram o jogo desde seu lançamento em 6 de agosto no Vietnã, com muitos fazendo anotações na versão do mapa do país do Google para ajudar na jornada, disse o Ministério de Comunicações e Informação em comunicado.

O jogo não é licenciado, no entanto, e as pessoas não devem jogá-lo “próximo ou dentro de áreas de escritórios do Partido Comunista, do Estado, áreas militares ou de defesa nacional e outros locais restritos”, disse o ministério no fim da quarta-feira.

Os jogadores entretidos com o aplicativo podem se envolver em problemas em locais como ferrovias, rodovias, aeroportos, rios, lagos e montanhas, além do risco de perderem informações pessoais, acrescentou o ministério.

O jogo já provocou alertas de segurança após jogadores colados a seus telefones tropeçarem, serem roubados ou vagarem por lugares perigosos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.