Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

UE não reconhece mais Guaidó como presidente interino da Venezuela

Guaidó ainda é visto pelos EUA e pelo Reino Unido como líder legítimo da Venezuela após a reeleição controversa do presidente Nicolás Maduro em 2018

Modo escuro

UE: um comunicado nesta quarta-feira ameaçou mais sanções contra o governo de Maduro, além de um embargo de armas e sanções já impostas a autoridades venezuelanas (Bloomberg/Bloomberg)

UE: um comunicado nesta quarta-feira ameaçou mais sanções contra o governo de Maduro, além de um embargo de armas e sanções já impostas a autoridades venezuelanas (Bloomberg/Bloomberg)

R
Reuters

Publicado em 6 de janeiro de 2021 às, 15h59.

Última atualização em 6 de janeiro de 2021 às, 16h17.

A União Europeia não pode mais reconhecer legalmente o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó como chefe de Estado legítimo do país, depois que ele perdeu a posição de chefe do Parlamento, disseram os 27 governos do bloco nesta quarta-feira.

Guaidó ainda é visto pelos Estados Unidos e pelo Reino Unido como líder legítimo da Venezuela após a reeleição controversa do presidente Nicolás Maduro em 2018, e dois diplomatas da UE enfatizaram que a UE ainda não reconheceu Maduro como presidente.

Um comunicado da UE nesta quarta-feira ameaçou mais sanções contra o governo de Maduro, além de um embargo de armas e sanções já impostas a autoridades venezuelanas, para condenar o que considera violações de direitos e ruptura da democracia.

Mas os governos da UE referiram-se a Guaidó como um dos "representantes de saída da Assembleia Nacional”, no comunicado em que condenaram uma eleição parlamentar de 6 de dezembro que muitos países dizem ter sido fraudada. A nova assembleia, agora controlada por apoiadores de Maduro, começou os trabalhos nesta quarta-feira.

Enquanto a Venezuela afundava em uma crise que provocou emigração em massa e hiperinflação, Guaidó era a figura unificadora que liderou protestos para buscar o fim do governo Maduro.

Os dois diplomatas da UE disseram que Guaidó continua sendo uma das figuras pró-democracia mais importantes na Venezuela, onde a UE, os Estados Unidos, o Reino Unido e países da América Latina desejam mediar a organização de eleições livres e justas.

Últimas Notícias

ver mais
Após encontro de Lula com Zelensky, chanceler brasileiro se reúne com ministro russo em NY
Mundo

Após encontro de Lula com Zelensky, chanceler brasileiro se reúne com ministro russo em NY

Há 4 horas
Inundações deixaram mais de 43.000 deslocados na Líbia
Mundo

Inundações deixaram mais de 43.000 deslocados na Líbia

Há 4 horas
Após pandemia, cresce taxa de casamentos na China
Mundo

Após pandemia, cresce taxa de casamentos na China

Há 5 horas
Rei Charles III defende aliança entre França e Reino Unido diante da 'emergência' climática
Mundo

Rei Charles III defende aliança entre França e Reino Unido diante da 'emergência' climática

Há 5 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais