Ucrânia e Rússia concordam sobre fornecimento de gás

Lados prometeram não cortar o fornecimento de gás depois de uma longa disputa sobre pagamentos

Bruxelas - Moscou e Kiev chegaram a um acordo para garantir as exportações de gás russo para a Ucrânia durante todo o inverno, apesar da rivalidade intensa sobre os combates no leste da Ucrânia.

Na cerimônia de assinatura do documento nesta quinta-feira, os dois lados prometeram não cortar o fornecimento de gás para Ucrânia depois de uma longa disputa sobre pagamentos.

O chefe de energia da União Europeia (UE), Guenther Oettinger, afirmou que "podemos garantir a segurança do abastecimento durante o inverno" não só para a Ucrânia, mas também para as nações da UE mais próximas da região que poderiam sofrer caso o conflito se agravasse.

Segundo o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, que anunciou o acordo, "não há razão para as pessoas na Europa passarem frio neste inverno".

O impasse para a resolução era saber se a Ucrânia teria dinheiro suficiente para pagar pelo gás. De acordo com Oettinger, o país tem condições de arcar com as despesas e o acordo de US$ 4,6 bilhões dólar deve se estender até a primavera. Ele acrescentou que este pode ser "talvez o primeiro vislumbre de um relaxamento nas relações entre vizinhos."

O Primeiro-ministro ucraniano, Arseniy Yatsenyuk, afirmou que o valor que o governo irá pagar pelo gás está alinhado aos preços globais de petróleo, que caíram nas últimas semanas. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.