Torre Eiffel é iluminada em solidariedade a Bruxelas

Ataque ao aeroporto e metrô da capital da Bélgica deixou ao menos 30 mortos; autoria do atentado foi reivindicada pelo EI

Paris - A Torre Eiffel foi iluminada com as cores da bandeira nacional da Bélgica nesta terça-feira em sinal de solidariedade a Bruxelas após ataques na capital belga, que deixaram ao menos 30 mortos.

O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelos ataques no aeroporto de Bruxelas e num vagão do metrô nesta terça-feira - uma forte lembrança dos ataques a tiros e bombas que mataram 130 pessoas em Paris em novembro do ano passado.

As explosões em Bruxelas ocorreram quatro dias após a prisão de um suposto membro dos ataques em Paris. A polícia em ambas as capitais estava em alerta para possíveis represálias.

"Estamos unidos", disse a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, em publicação no Twitter, anunciando as iluminações especiais da Torre Eiffel.

Uma autoridade francesa disse posteriormente que oito cidadãos franceses ficaram feridos, sendo três em condições graves, nos ataques desta terça-feira.

Em outro sinal de solidariedade, Roma também iluminou a famosa Fontana di Trevi com as cores da bandeira belga.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.