Snowden não acessou dados mais secretos da NSA, para EUA

A avaliação dos danos indica que Snowden não teve acesso à denominada "informação extremamente compartimentada", segundo funcionário americano

Washington - O governo dos Estados Unidos acredita que o ex-analista da Agência Nacional de Segurança (NSA) Edward Snowden não teve acesso aos dados mais confidenciais dos programas de inteligência, informou nesta segunda-feira a emissora "CNN".

Segundo fontes de inteligência citadas pela "CNN", a administração de Barack Obama está revisando todos os dados que podem sido objeto de vazamento e, embora admita que o jovem acessou informações confidenciais, acredita que ele não conseguiu chegar a dados especialmente delicados.

A avaliação dos danos indica que Snowden não teve acesso à denominada "informação extremamente compartimentada" (ECI, em inglês), segundo um funcionário americano.

A análise também concluiu que Snowden aproveitou a circunstância para ter conhecimento de que uma grande parte das informações se concentra em uma parte do sistema informático da NSA.

Enquanto isso, o jovem, perseguido pela Justiça americana, continua na zona de passagem do aeroporto Sheremetyevo de Moscou, onde chegou há quatro semanas procedente de Hong Kong, à espera da tramitação de sua solicitação de asilo na Rússia.

O fugitivo mais procurado do momento, responsável por revelar vários programas dos serviços secretos americanos, pode abandonar a zona de passagem do aeroporto russo na próxima semana, disse seu assessor legal em matéria de legislação russa, Anatoli Kucherena.

O técnico americano espera que o Serviço Federal de Migração russo acuse o recebimento de sua solicitação de asilo temporário, pedido feito após comprovar que seria muito arriscado, quase impossível, voar à América Latina sem ser detido no meio do caminho e devolvido aos Estados Unidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.