Síria deve trabalhar para expulsar "terroristas", diz Rússia

Sergei Lavrov fez um novo pedido para que o governo sírio e a oposição trabalhem juntos para expulsar todos os "terroristas e extremistas da Síria"

Moscou - O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, fez um novo pedido nesta segunda-feira para que o governo sírio e a oposição trabalhem juntos para expulsar todos os "terroristas e extremistas da Síria", disseram agências de notícias russas.

No início de conversações com o primeiro-ministro interino da Síria para Assuntos Econômicos, Qadri Jamil, o chanceler russo disse que o objetivo acordado na reunião do G8 no mês passado, de expulsar os "terroristas e extremistas", deve "tornar-se um dos principais pontos da conferência internacional (de paz) proposta".

"Para nosso pesar, ao contrário do governo da Síria, uma parte significativa da oposição, incluindo a Coalizão Nacional, não manifestou tal vontade ainda", disse ele, referindo-se a um grupo de oposição que está em grande parte exilado.

A Rússia, o mais poderoso aliado externo do presidente sírio, Bashar al-Assad, e os Estados Unidos, disseram em 7 de maio que iriam tentar colocar o governo sírio e representantes da oposição juntos em uma conferência para tentar acabar com um conflito que já matou mais de 100 mil pessoas desde março de 2011. Nenhuma data foi definida para a conferência.

EUA e Rússia querem que as negociações em Genebra busquem um cessar-fogo e a formação de um governo de transição. Fontes disseram à Reuters na sexta-feira que a iniciativa está num impasse e que há o risco de que a conferência nunca aconteça.

Jamil culpou o Ocidente pelo que chamou de "cerco" a seu país, e disse que espera acertar um empréstimo da Rússia até o final do ano. Ele não deu um valor para o empréstimo.

"A principal responsabilidade por esse cerco se encontra no Ocidente, que é o principal autor do sofrimento contínuo do povo sírio", disse ele, segundo a mídia russa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.