Paris promove apoio a refugiados através do esporte

Intenção é que o esporte ajude os imigrantes em integração às novas comunidades em que vivem

Paris – A Prefeitura de Paris assinou nesta terça-feira um acordo com a Federação Mundial de Taekwondo e com a Fundação Humanitária do Taekwondo para oferecer apoio aos refugiados através do esporte.

O convênio firmado visa incentivar os imigrantes a praticar a modalidade, se mantendo ativos fisicamente, além de integrá-los as novas comunidades em que vivem.

Embora o anúncio tenha acontecido hoje, o acordo já estava em prática desde novembro, com uma oficina sobre o taekwondo, realizado em um centro de ajuda humanitária aberto no norte da capital francesa, que já recebeu quase 5 mil refugiados.

Segundo o comunicado divulgado sobre a parceria, a iniciativa está alinhada com a intenção de Paris de receber os Jogos Olímpicos de 2024. Com o acordo, a capital da França foi nomeada ainda a cidade-embaixadora da Fundação Humanitária do Taekwondo.

“Queremos mostrar as pessoas que estamos preparados para compartilhar nossa cidade com eles, seja de onde forem”, afirmou o co-presidente da candidatura olímpica parisiense, Tony Estanguet.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, garantiu ainda que ajudar os refugiados é “uma prioridade” para a cidade, que, nos últimos anos, recebeu 30 mil pessoas “que escaparam da guerra em seus países”.

“Trabalhando em projetos como este, podemos impulsionar o poder dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, para criar uma mudança positiva real na sociedade”, concluiu a chefe do Executivo municipal.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.