Onze recém-nascidos morrem em incêndio em hospital de Bagdá

Outros vinte e nove pacientes que estavam na mesma área foram evacuados a outros hospitais da capital

Onze recém-nascidos morreram nesta quarta-feira ao amanhecer em um incêndio provocado por um curto-circuito em um dos maiores hospitais da capital iraquiana, Bagdá, informaram fontes médicas e de segurança.

"Onze crianças prematuras morreram no incêndio declarado na unidade de maternidade do hospital público de Yarmuk", no oeste de Bagdá, indicou à AFP Ahmed al Rudeini, porta-voz do ministério da Saúde, ressaltando que o fogo foi provocado por um curto-circuito.

"Vinte e nove pacientes que estavam na mesma área foram evacuados a outros hospitais da capital", acrescentou o porta-voz.

Um funcionário do ministério do Interior confirmou estas informações e disse que outras três crianças sofreram asfixia.

A maioria dos hospitais públicos da capital iraquiana padecem com a falta de serviços de qualidade, o que leva muitos iraquianos a utilizar estabelecimentos privados.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.