A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Obama sanciona US$ 600 mi para fronteira com o México

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou hoje uma lei que disponibiliza uma verba de US$ 600 milhões para aumentar a vigilância na fronteira com o México, com mais agentes e aviões não tripulados, uma medida que também pretende "reforçar" os laços com o país.

A lei, assinada por Obama no Salão Oval da Casa Branca junto à secretária de Segurança Nacional americana, Janet Napolitano, foi aprovada na quinta-feira no Senado em uma pausa em seu recesso de agosto, e financiará a contratação de mil agentes adicionais para a patrulha fronteiriça.

Além disso, empregará 250 novos funcionários para o Escritório de Imigração e Alfândegas e outros 250 para o serviço de Alfândegas e Proteção de Fronteiras, e destinará fundos a melhorar as equipes de comunicação.

"Esta nova lei reforçará nossa aliança com o México para combater os grupos e organizações criminosas que operam nos dois lados de nossa fronteira compartilhada", disse Obama, depois da aprovação da lei no Senado, na quinta-feira, mas que não fez declarações hoje.

Já a secretária de Segurança Nacional disse hoje, em entrevista coletiva na Casa Branca, que a lei é "a culminação dos esforços que a Administração centrou na fronteira" desde março de 2009, e destacou o apoio bipartidário à medida no Congresso.

"A fronteira não é e não deve ser um assunto político. É um problema de segurança nacional", disse Janet, que assegurou que o número de cruzamentos ilegais da fronteira "diminuiu drasticamente nos últimos anos".

A secretária se mostrou confiante em que o consenso que os dois partidos mostraram com a lei seja um primeiro passo para reabrir o debate sobre uma reforma migratória.

"Precisamos conseguir uma fronteira cada vez mais segura, mas, como nação, também necessitamos uma reforma migratória", afirmou.

Leia mais notícias sobre os Estados Unidos

Siga as notícias do site EXAME sobre Mundo no Twitter

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também