Obama pode dançar Gangnam Style, mas de forma privada

O presidente americano reeleito disse não ter certeza de que o baile da posse seria o momento mais oportuno para seguir os passos da famosa música

	Obama comemora reeleição com a família: o presidente americano afirmou que podia dançar "em privado" com sua esposa, a primeira-dama, Michelle Obama (Getty Images)
Obama comemora reeleição com a família: o presidente americano afirmou que podia dançar "em privado" com sua esposa, a primeira-dama, Michelle Obama (Getty Images)
Por Da RedaçãoPublicado em 17/01/2013 17:09 | Última atualização em 17/01/2013 17:09Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama comentou em uma entrevista à estação de rádio "WZID", do estado indeciso de New Hampshire, que acredita que possa seguir os passos da popular música "Gangnam Style", do artista sul-coreano PSY e que está fazendo sucesso entre os jovens do país.

Obama confidenciou que viu o vídeo da canção recentemente e acredita que pode fazer "os movimentos" da música, embora tenha confessado: "Não tenho certeza de que o baile da posse (em janeiro próximo) seja o momento oportuno para dançá-la".

Acrescentou, no entanto, que podia dançar "em privado" com sua esposa, a primeira-dama, Michelle Obama.

A música, acompanhada de uma divertida dança "equina", entrou nas listas das mais tocadas desde o verão (hemisfério norte).

O vídeo da canção, que inspirou várias imitações, se transformou em uma sensação no YouTube e outros sites da internet.

Obama passou parte da jornada eleitoral dando entrevistas ao vivo e pré-gravadas para estações de rádio e televisão em alguns dos estados-chave na disputa, entre eles Colorado, Wisconsin, Nevada e New Hampshire.

Suas declarações á "WZID" deram um toque de humor a uma disputa acirrada que mantém milhões de partidários tanto de Obama, como de seu rival republicano, Mitt Romney, em estado de espera.