Obama anuncia a renúncia de seu porta-voz, Jay Carney

O presidente dos Estados Unidos anunciou a renúncia de seu porta-voz, Jay Carney, após mais de três anos no cargo

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta sexta-feira a renúncia de seu porta-voz, Jay Carney, depois de mais de três anos no cargo, e a nomeação de seu até agora “número dois”, Josh Earnest, como seu substituto.

Em uma aparição-surpresa na entrevista coletiva diária de Carney, Obama afirmou que seu porta-voz decidiu deixar o cargo para dedicar mais tempo à sua família.

“Jay tem um bom julgamento, um bom caráter e um bom coração. Sentirei muito sua falta e seguirei recorrendo a ele como amigo”, disse Obama.

Carney, um veterano jornalista de 49 anos e com mais de duas décadas de experiência no ofício, foi o porta-voz de Obama desde janeiro de 2011, e anteriormente, desde 2009, tinha sido porta-voz do vice-presidente americano, Joseph Biden.

“Esta foi uma experiência maravilhosa, muito gratificante”, afirmou Carney depois que o presidente anunciou renuncia.

O presidente qualificou de “agridoce” a decisão de Carney, que lhe comunicou sua intenção de renunciar em abril e a quem classificou como um de seus “melhores amigos em Washington”.

Antes de trabalhar no governo de Obama, Carney, casado com a também jornalista Claire Shipman, foi correspondente em Moscou e delegado em Washington da revista “Time”, na qual também foi correspondente na Casa Branca.

O novo porta-voz será Josh Earnest, de 39 anos, muito conhecido já pela imprensa que cobre a Casa Branca e de quem Obama assegurou que “seu nome descreve seu temperamento”, uma vez que “earnest” significa “sério”.

“É impossível encontrar um indivíduo mais amável, inclusive fora de Washington”, acrescentou Obama.

Earnest, que hoje descreveu a nomeação como uma “autêntica honra”, acompanhará Obama no lugar de Carney durante sua viagem à Europa na próxima semana.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.