Merkel pede melhor proteção das fronteiras externas da UE

Merkel, que abriu as fronteiras do seu país para sírios fugindo da guerra civil, está sob crescente pressão para limitar o fluxo de migrantes

Berlim - A chanceler alemã, Angela Merkel, fez um apelo neste sábado por melhor proteção nas fronteiras externas da União Europeia (UE), com o objetivo de manter a área de livre circulação do continente conhecida como Schengen.

Merkel, que abriu as fronteiras do seu país no último verão (inverno no Hemisfério Sul) para sírios fugindo da guerra civil, está sob crescente pressão para limitar o fluxo de migrantes depois da chegada de mais de um milhão na Alemanha no ano passado. 

"Precisamos proteger as nossas fronteiras externas porque nós queremos manter a Schengen", afirmou Merkel no seu podcast semanal.

O fracasso em proteger as fronteiras externas colocaria em risco o livre movimento de pessoas que hoje é a base para a riqueza do bloco, acrescentou Merkel.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.