Merkel defende participação voluntária em ajuda à Grécia

Chanceler alemã disse que sempre defendeu essa proposta de ajuda econômica

Berlim – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, defendeu hoje a participação voluntária dos credores privados no próximo pacote de ajuda à Grécia como um importante item a ser cumprido. Segundo ela, o Parlamento alemão precisa estar pronto para aprovar um amplo esboço do novo pacote na primeira semana de julho. “Uma participação voluntária sempre foi o que nós discutimos”, disse Merkel, em meio a murmúrios de contestação de parlamentares da oposição aos quais ela se dirigia em uma audiência no Parlamento. “Sempre disse isso”, acrescentou.

Merkel afirmou que apenas Finlândia e Holanda originalmente apoiaram a proposta e que obter o apoio da França, quando ela se reuniu com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, na semana passada, foi um fato importante. “Mesmo o programa voluntário teve pouco apoio na Europa”, afirmou Merkel.

A chanceler disse que as discussões com os bancos e outras instituições que possuem bônus gregos estão em andamento e afirmou que os ministros de Finanças vão chegar a um acordo sobre um esboço do novo pacote para a Grécia, que incluirá a participação dos credores privados no dia 3 de julho. Isso vai abrir o caminho para que a Câmara Baixa do Parlamento alemão aprove o pacote no fim daquela semana. As informações são da Dow Jones.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.