Kirchner troca chefe de gabinete e ministro na Argentina

Cristina Kirchner substituiu o chefe de gabinete e o ministro de Saúde, em meio a uma crise política, a menos de um ano do fim do mandato de ambos

Buenos Aires - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, substituiu o chefe de gabinete e o ministro de Saúde, em meio a uma crise política, a menos de um ano do fim do mandato de ambos.

O porta-voz do governo, Alfredo Scoccimarro, informou em uma rápida entrevista à imprensa que Jorge Capitanich será substituído no cargo de chefe de gabinete por Aníbal Fernandez, atual secretário-geral do escritório da presidente.

Fernandez é um antigo aliado de Cristina Kirchner e atuou anteriormente como chefe de gabinete.

Eduardo de Pedro vai substituir Fernandez como secretário-geral.

Segundo Scoccimarro, o ministro da Saúde, Juan Manzur, passará o cargo para Daniel Bazan.

A razão para as mudanças no governo não foi explicada pelo porta-voz.

Cristina Kirchner está em meio a uma crise após a morte do promotor Alberto Nisman, no mês passado, que foi encontrado morto em seu apartamento poucos dias depois de acusar a presidente e outras autoridades do governo de tentar encobrir o suposto envolvimento do Irã em um atentado terrorista a um centro comunitário judeu em Buenos Aires em 1994.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.