Kirchner agradece apoio à expropriação YPF

Porém a decisão de Kirchner motivou a rejeição do presidente do Banco Mundial (Bird), Robert Zoellick, que a considerou "um erro"

Buenos Aires - A presidente argentina, Cristina Kirchner, agradeceu nesta quinta-feira aos partidos políticos, inclusive os principais da oposição, o apoio à expropriação de 51% das ações da empresa de petróleo YPF, um projeto de lei lamentado por Espanha, UE, Estados Unidos, Banco Mundial e o FMI.

"O apoio à decisão adotada na segunda-feira e enviada ao Congresso revela, também, um grau de maturidade de nossa sociedade civil e política", disse, ao inaugurar um parque de energia solar em San Juan (oeste).

A União Cívica Radical (UCR, social-democrata), a segunda força política e legislativa do país, assegurou que votará "a favor porque compartilhamos o critério da nacionalização e, em particular, defendemos nosso projeto", disse o senador Ernesto Sanz, porta-voz do bloco.

Também se pronunciaram a favor da medida, além da Frente Ampla Progressista (FAP, social-democrata), cujo candidato Hermes Binner chegou em segundo lugar nas presidenciais de outubro de 2011, os blocos de centro-esquerda e os grupos do peronismo dissidente.

Mas a decisão de Kirchner motivou, nesta quinta-feira, a rejeição do presidente do Banco Mundial (Bird), Robert Zoellick, que a considerou "um erro".

Zoellick se somou, assim, aos protestos enérgicos da Espanha, da União Europeia, dos Estados Unidos, do Fundo Monetário e de operadores econômicos internacionais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também