Juan Guaidó nomeia nova cúpula da estatal venezuelana do petróleo

Líder opositor afirmou que Parlamento assumirá controle de contas do Estado em instituições financeiras internacionais

O líder opositor venezuelano, Juan Guaidó, que na semana passada se declarou presidente interino do país, disse nesta segunda-feira, 28, que deu início ao processo de nomeação de novos diretores da PDVSA, a estatal venezuelana do petróleo, e da Citgo, a filial americana da empresa.

Guaidó afirmou também que o Parlamento assumirá o controle de contas do Estado venezuelano em instituições financeiras internacionais.

Reconhecido por grande parte da comunidade internacional, principalmente no continente americano, Guaidó deve com isso ter acesso a recursos financeiros que antes eram controlados pelo presidente Nicolás Maduro.

O senador republicano da Flórida, Marco Rubio, disse à rede de TV CNBC, que o governo americano deve impor sanções à PDVSA. “A família criminosa de Maduro usou a PDVSA para comprar o apoio da cúpula militar”, disse Rubio em nota. “O petróleo pertence ao povo venezuelana e o dinheiro obtido com a venda do petróleo agora será repassado ao legítimo governo constitucional.”

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.