Israel terá crescimento recorde de 5,2% em 2011, projeta banco central

Segundo o diário Yedioth Ahronoth, é a primeira vez que o banco central israelense situa em 5,2% a perspectiva de crescimento

Jerusalém - O governador do Banco de Israel, Stanley Fischer, atualizou para 5,2% a previsão do crescimento do PIB em 2011, enquanto situou a taxa de desemprego em 5,8% para este ano, porcentagens que representam recordes históricos para a economia local.

Esta é a primeira vez que um presidente do banco central israelense situa em 5,2% a perspectiva de crescimento, que, segundo o diário "Yedioth Ahronoth", se deve a resultados no primeiro trimestre que mostram uma clara aceleração da atividade no mercado.

O suplemento econômico do rotativo informa nesta quinta-feira que a previsão anterior de Fischer para 2011 era de 4,7%, e que sua correção segue à publicada na semana passada pela OCDE, que fixou uma previsão de crescimento de 5,4% para Israel.

Por outro lado, o índice de desemprego, hoje em 6%, cairá a 5,8% ao fim deste ano, segundo a previsão de Fischer.

A taxa mais baixa já registrada pelo Escritório Central de Estatísticas de Israel é de 5,9%, há três anos, antes da crise econômica mundial.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.