EUA processam Armstrong para tentar recuperar milhões

"Lance Armstrong e sua equipe de ciclismo tomaram mais de 30 milhões de dólares do Serviço Postal dos Estados Unidos", disse Ronald Machen, procurador-federal
Combinação de fotos de Armstrong tiradas entre 1995 e 2005, na França (©afp.com / Javier Soriano)
Combinação de fotos de Armstrong tiradas entre 1995 e 2005, na França (©afp.com / Javier Soriano)
Por Da RedaçãoPublicado em 22/02/2013 19:10 | Última atualização em 22/02/2013 19:10Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Washington - O governo dos Estados Unidos busca recuperar "dezenas de milhões de dólares" pagos a Lance Armstrong por "anos de promessas descumpridas", ao se somar, nesta sexta-feira, a uma ação judicial contra o ex-ciclista, alegando que ele fraudou seu antigo patrocinador, o Serviço Postal Local (US Postal), disse um funcionário do alto escalão.

"Lance Armstrong e sua equipe de ciclismo tomaram mais de 30 milhões de dólares do Serviço Postal dos Estados Unidos com base em sua promessa contratual de competir limpo e respeitar as regras, incluindo as normas contra o doping", disse Ronald Machen, procurador-federal para o Distrito de Columbia.

"Esta ação foi projetada para ajudar o Serviço Postal a recuperar os dezenas de milhares de dólares pagos à equipe de ciclismo (US Postal de Armstrong) com base em anos de promessas descumpridas", indicou o funcionário.

Autoridades americanas apresentaram documentos em um tribunal federal para se unirem a uma ação apresentada há dois anos pelo ex-ciclista Floyd Landis, despojado de seu título do Tour de France de 2006 por doping.

O ex-ciclista americano, de 41 anos, permanece no centro de um escândalo desde que, em meados de janeiro, confessou à apresentadora Oprah Winfrey em um programa televisivo nos Estados Unidos que venceu os sete Tour de France (de 1999 a 2005) utilizando sofisticados esquemas de doping.