EUA e China defendem estabilidade na península coreana

Pequim - China e Estados Unidos consideram que "é crucial" manter "a estabilidade na península coreana", declarou nesta terça-feira um alto funcionário chinês, depois de dois dias de diálogos estratégicos entre as duas potências. "Ambas as partes acreditam que assegurar a estabilidade e a paz no leste da Ásia e na península coreana é crucial", […]
Hillary Clinton e Dai Bingguo falam à imprensa em Pequim: manter estabilidade na península coreana é crucial (.)
Hillary Clinton e Dai Bingguo falam à imprensa em Pequim: manter estabilidade na península coreana é crucial (.)
D
Da RedaçãoPublicado em 25/05/2010 às 14:02.

Pequim - China e Estados Unidos consideram que "é crucial" manter "a estabilidade na península coreana", declarou nesta terça-feira um alto funcionário chinês, depois de dois dias de diálogos estratégicos entre as duas potências.

"Ambas as partes acreditam que assegurar a estabilidade e a paz no leste da Ásia e na península coreana é crucial", disse o assessor do Estado chinês, Dai Bingguo, em coletiva de imprensa conjunta com funcionários americanos.

"As partes envolvidas deverão atuar para garantir o interesse geral da paz e da estabilidade na região, e de forma calma e apropriada, lidar com a situação e evitar uma escalada", completou.

A Coreia do Norte foi acusada por investigadores internacionais, na semana passada, de afundar com o lançamento de um torpedo uma corveta sul-coreana, deixando 46 marinheiros mortos, o que Pyongyang nega.

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, afirmou, por sua vez, que Washington "trabalhará com a comunidade internacional e nossos colegas chineses para elaborar uma resposta eficaz e apropriada".

No entanto, Pequim negou-se a condenar a Coreia do Norte, país do qual é um dos escassos aliados.