Erupção de vulcão na Guatemala deixa 25 mortos e centenas de feridos

Governo estima que o número de feridos pela erupção é de 296 pessoas, e que 3.100 foram retiradas de áreas próximas

Cidade da Guatemala - Ao menos 25 pessoas morreram e quase 300 ficaram feridas no domingo devido à mais grave erupção do Vulcão de Fogo, na Guatemala, em mais de quatro décadas, que provocou rios de lava em áreas próximas e uma chuva de cinzas sobre a capital do país.

O governo da Guatemala estima que o número de feridos pela erupção é de 296 pessoas, e que 3.100 foram retiradas de áreas próximas, com uma quantidade ainda não determinada de desaparecidos.

Algumas das vítimas fatais eram da comunidade de El Rodeo, no sopé do vulcão, um dos mais ativos dentre os 37 do país, localizado a cerca de 50 quilômetros da capital.

"Essa é a maior erupção desde 1974, temos tido erupções constantes mas não nesta dimensão, que caíram até oito quilômetros de lava de grande magnitude", disse Gustavo Chigna, especialista do Instituto Nacional de Sismologia e Vulcanologia, a mídias locais.

"A erupção continua, se mantém e a atividade pode se manter por mais algumas horas e, de noite, será extremamente perigoso porque não há forma de retirar as pessoas ou ver os caminhos", advertiu.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.