EI assume autoria de ataques contra governo iemenita

Em comunicado, o grupo reivindicou "quatro ataques suicidas contra uma base de oficiais e militares de Arábia Saudita, Emirados Árabes e Iêmen em Áden"

Sana - O braço do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) nas províncias meridionais iemenitas de Áden e Abián, assumiu nesta terça-feira a autoria dos ataques contra a sede provisória do governo iemenita e vários quartéis em Áden, que causaram 15 mortes.

Em comunicado divulgado na internet, o grupo reivindicou "quatro ataques suicidas contra uma base de oficiais e militares de Arábia Saudita, Emirados Árabes e Iêmen em Áden".

O primeiro ataque foi realizado com um caminhão-bomba conduzido por um suicida identificado como Abu Saad al Adani, que atacou o Hotel Palacio, onde se encontra a sede provisória do governo.

O segundo foi causado pelo extremista Abu Mohammed al Sahli com um carro-bomba que destruiu a sede do governo, o que provocou um grande número de vítimas, assinalou a nota.

O grupo terrorista também destacou que o extremista Aus al Adani atacou com um tanque-bomba a sede das forças conjuntas sauditas e emiradenses, o que causou a mortes de dezenas de soldados.

Além disso, o suicida Abu Hamza al Sanaani foi o autor do quarto ataque, dessa vez realizado com outro veículo blindado explosivo contra a sede da administração militar emiradense.

Anteriormente, as autoridades iemenitas e a coalizão liderada pela Arábia Saudita acusaram os rebeldes xiitas houthis e as milícias aliadas do iemenita ex-presidente Ali Abdullah Saleh de estarem por trás dos ataques.

Um ano depois da invasão dos rebeldes houthis de Sana, o caos continua a reinar no Iêmen, um país arrasado por combates e bombardeios protagonizados por partidários e opositores do presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi, que conta com o apoio da coalizão liderada pela Arábia Saudita.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.