Economista do BM convoca EUA a deter incêndios orçamentários

Kaushik Basun pediu para o país encontrar "materiais não inflamáveis" e mudanças estruturais para repensar sua economia

Washington - O principal economista do Banco Mundial criticou na terça-feira os "incêndios orçamentários" que ocorreram recentemente nos Estados Unidos e pediu para o país encontrar "materiais não inflamáveis" e mudanças estruturais para repensar sua economia.

"É hora de os Estados Unidos deixarem de lutar contra cada incêndio orçamentário que é declarado e consagrarem mais esforços a tentar descobrir os materiais não inflamáveis, ou seja, realizar reformas estruturais", declarou Kaushik Basun em uma conferência telefônica dedicada à apresentação de novas projeções da economia global do Banco Mundial.

Depois de ter evitado por pouco o plano de austeridade do abismo orçamentário no início de janeiro, os Estados Unidos afundaram em um novo psicodrama político sobre o teto da dívida que os republicanos se negam a elevar, mesmo com o risco de um default.

Um episódio similar ocorreu em 2011, o que levou a agência de classificação Standard and Poor's a rebaixar a nota dos Estados Unidos e retirar do país seu prestigiado "triplo A".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.