Dentista que matou leão Cecil fala pela primeira vez

Walter Palmer disse que pretende retomar atividade de dentista nas próximas semanas e que sua caça foi legal

São Paulo - Depois de matar "o leão mais famoso do mundo" e ser alvo de intensas críticas em todo o mundo, o dentista americano Walter Palmer, até então uma figura anônima, desapareceu.

Voltou para os EUA e parou de fazer consultas. Apenas disse, em nota emitida, que não sabia que Cecil, que tinha 13 anos, era tão conhecido.

Agora ele resolveu falar e se defender.

Segundo o jornal StarTribune, de Mineápolis, que divulgou as primeiras declarações de Palmer sobre o episódio, ele disse que ainda não foi acusado de crime algum e que pretende retormar sua atividade como dentista.

Também não disse se voltará ao Zimbabué caso haja uma ordem da justiça local para investigar o ocorrido.

Ele repetiu que não sabia que o leão era venerado e que a caça que ele e seus colegas estavam fazendo era legal.

"Tenho um grande número de funcionários, e estou um pouco com o coração partido pela interrupção em suas vidas", disse.

O caso

A noite do dia 1 de julho era para ser como outra quarta-feira qualquer no Parque Nacional de Hwange (Zimbábue), até que o leão carinhosamente chamado de Cecil se deparou com um grupo de caçadores que determinariam o seu destino final.

Cecil era especialmente famoso no meio conservacionista e era amado em todo o país. Morto aos 13 anos de idade, o leão teve praticamente toda a sua vida monitorada por cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, que estudavam a conservação de leões no Zimbábue.

Para se ter uma ideia da relevância de Cecil, o jornal britânico The Guardian o descreveu como sendo ”um dos mais famosos leões em toda a África e a estrela do Parque Nacional de Hwange”. Apesar da a fama e proteção que recebeu ao longo da vida, a sua morte não poderia ter sido mais cruel.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.