Ciclone em formação na Austrália segue para portos

Ciclone poderá interromper os embarques de três portos do maior exportador de minério do mundo no início da próxima semana

Sydney - Um ciclone em formação no oeste da Austrália poderá interromper os embarques de três portos do maior exportador de minério do mundo no início da próxima semana, mostraram dados desta sexta-feira do Australian Bureau of Meteorology.

Uma depressão tropical no Oceano Índico segue em direção ao extremo sul e poderá atingir a Categoria 3 de força --com possibilidade de ventos de até 224 km por hora-- à medida que se aproxima de Port Hedland no início da segunda-feira, de acordo com a agência.

Um porta-voz de Port Hedland, que movimenta um quinto do comércio global marítimo, disse que o curso da tempestade está sendo monitorado no momento. As autoridades já alertaram residentes sobre o caminho esperado do ciclone.

Em fevereiro, o ciclone Rusty, com ventos de até 200 km por hora, fechou os portos de Cape Lambert e Dampier --usados pela Rio Tinto -- bem como Port Hedland, utilizado pela BHP Billiton e pela Fortescue Metals FMG.AX.

Os três portos movimentam mais de 500 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, respondendo por praticamente todas as exportações australianas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.