Bombardeios de forças de Kadafi matam ao menos 9 em Misrata

Segundo um morador da cidade, entrevistado pela rede de TV Al Jazeera, muitos corpos ainda devem ser encontrados nos escombros

Argel - Ao menos nove pessoas morreram e outras 27 ficaram feridas nesta quinta-feira no intenso bombardeio das forças leais a Muammar Kadafi contra a cidade líbia de Misrata, informou a cadeia "Al Jazeera".

Um morador da cidade, sitiada há semanas pelas forças pró-Kadafi, contou à emissora que o balanço de mortos é provisório, já que muitos corpos "ainda estão sob os escombros de casas e prédios destruídos pelos bombardeios".

O ataque, no qual foram usados mísseis Grad e artilharia pesada, começou ao amanhecer, "o único momento do dia no qual os aviões da Otan não intervêm", explicou o morador, identificado como membro da célula de informação dos jovens da revolução de 17 de fevereiro.

Ao menos 80 mísseis Grad e várias dezenas de obuses foram lançados sobre diferentes pontos da cidade, segundo a fonte.

Oito civis morreram e outros 20 ficaram feridos em um bairro perto do porto, enquanto outro civil morreu e sete ficaram feridos em uma localidade chamada Rahomet.

Inúmeros corpos continuam espalhados pelas ruas, por isso que o número de mortos confirmados poderia aumentar nas próximas horas.

A emissora catariana indicou que um porta-voz dos rebeldes advertiu que se a Otan não intensificar sua intervenção em Misrata o episódio vai se transformar em "um verdadeiro massacre". Misrata é a terceira cidade do país e sitiada há dois meses pelas forças de Kadafi, que a bombardeiam quase diariamente.

A cidade, sob controle rebelde, está à beira de uma catástrofe humanitária e a situação piora a cada dia, dada a falta de alimentos, cortes de água e luz e de meios de comunicação.

Atualmente existem esforços internacionais para levar ajuda a esta cidade, embora o regime líbio tenha ameaçado no início da semana com um "selvagem e violento" ataque em caso da chegada de uma missão humanitária a Misrata.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.