América Latina está preparada, mas não é imune à crise

Relatório do Banco BNP Paribas diz que a região será contaminada pela crise global, mas ainda terá um desempenho melhor do que o de economias avançadas

São Paulo – Enquanto União Europeia vê a situação ficar cada vez mais complicada, países emergentes da América Latina ainda conseguem momentos de relativa tranquilidade. Mas um relatório do banco PNB Paribas afirma que, embora resistente, a região não é imune e, cedo ou tarde, vai sofrer as consequências da crise global.

“A Europa está caminhando para uma recessão e as economias avançadas têm uma perspectiva sombria de crescimento para 2012. Estes efeitos vão se alastrar até a América Latina”, diz o banco.

Este contágio deve acontecer por vias bem conhecidas dos especialistas, como choques de oferta ou demanda no comércio internacional, fluxo de capitais, condições de crédito e também pelos impactos de alterações na confiança de consumidores e empresas.

Segundo o BNP, os dois extremos na discussão sobre a chegada da crise na América Latina estão errados.

“A verdade reside entre a ideia de imunidade absoluta e a de imunidade zero. Por um lado, nenhuma economia (ou região) está imune à crise. Por outro, mercados emergentes como os da América Latina devem ter um desempenho melhor do que o de muitas economias avançadas”.

Na visão dos economistas do banco, a região está em “melhor forma” hoje do que no passado para suportar a tempestade da crise. A previsão do banco é que o crescimento real do PIB da América Latina seja de 4% em 2011, 3% no ano seguinte e novamente 4% em 2013.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.