• AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
  • AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
Abra sua conta no BTG

Aéreas dos EUA cancelam 1.000 voos e sinalizam feriado difícil

Aumento de casos de coronavírus entre os funcionários e tempestades de inverno atrapalham viagens de final de ano
Aumento de casos de coronavírus entre funcionários de cias aéreas causa suspensão de voos (Getty Images/Al Seib / Los Angeles Times)
Aumento de casos de coronavírus entre funcionários de cias aéreas causa suspensão de voos (Getty Images/Al Seib / Los Angeles Times)
Por BloombergPublicado em 31/12/2021 08:47 | Última atualização em 31/12/2021 08:47Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Os cancelamentos por parte de companhias aéreas já estão se acumulando nos Estados Unidos, com 1.086 voos suspensos devido ao crescimento de casos de coronavírus entre funcionários. Enquanto isso, tempestades de inverno ameaçam atrapalhar ainda mais as viagens no fim de semana de Ano Novo.

A JetBlue Airways cancelou 175 voos, representando 17% de sua programação, dados das 11:37 de quinta-feira em Nova York, de acordo com FlightAware.com. A Allegiant cancelou 89 voos, 18% de seu serviço. United Airlines Holdings suspendeu 192 voos, 8% de sua programação. Ao final da manhã, o total de cancelamentos já tinha ultrapassado os 1.084 de toda a quarta-feira.

O que dizem as últimas pesquisas científicas mais importantes? Descubra assinando a EXAME

As interrupções ocorrem depois de milhares de voos terem sido cancelados durante o fim de semana do Natal e no início desta semana, com tempestades de inverno combinadas com a falta de funcionários causada pela disseminação de casos da variante ômicron.

“Como muitas empresas e organizações, vimos um aumento no número de casos de ômicron”, disse JetBlue em e-mail.

Mesmo que a recomendação do governo de reduzir o período de isolamento para pessoas com teste positivo de 10 para 5 dias possa ajudar a equipe, “estimamos que o número de casos de Covid no nordeste, onde está baseada a maioria dos membros da nossa tripulação, continue a aumentar pelas próximas duas semanas”, disse a JetBlue.

A United também citou a falta de funcionários relacionada ao contágio pela ômicron, assim como a Allegiant Travel, que ainda se referiu a questões de segurança e controle de tráfego aéreo.

A Agência de Segurança do Transporte (TSA) disse que rastreou 2,02 milhões de pessoas circulando pelos EUA na quarta-feira.

Atlanta foi uma das regiões mais afetadas por cancelamentos e atrasos na quinta-feira de manhã, de acordo com a FlightAware. Chuvas fortes estavam ocorrendo no sudeste e um alerta de enchente foi emitido para a área de Atlanta.

Neve forte é esperada em grande parte do oeste na quinta-feira, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS), enquanto neve e uma mistura de gelo “devem pintar uma faixa de condições perigosas de viagem no dia de Ano Novo, desde a faixa frontal das Montanhas Rochosas até o meio-oeste e Grandes Lagos”. Mais de 500 voos para sexta-feira já foram cancelados e mais de 100 para sábado.

As companhias aéreas provavelmente não verão muito impacto nos lucros, de acordo com a analista da Cowen Helane Becker. A maioria dos voos cancelados será remarcada e as operadoras podem usar aviões maiores para realizar o serviço, disse ela.

“As companhias aéreas estão fazendo o possível para acomodar os passageiros”, disse Becker por e-mail. “Mas, mesmo afetando os lucros, não achamos que será significativo para os resultados do quarto trimestre.”