No Rio, hotéis viram prédios residenciais; conheça 5 projetos

Projetos na Zona Sul, Centro e Barra da Tijuca buscam driblar escassez de espaço para empreendimentos de alto padrão na cidade e atrair investimentos
Hotel Glória: primeiro cinco estrelas do país será transformado em um residencial de 266 unidades com quatro lojas no térreo (Divulgação/Divulgação)
Hotel Glória: primeiro cinco estrelas do país será transformado em um residencial de 266 unidades com quatro lojas no térreo (Divulgação/Divulgação)
Marília Almeida
Marília AlmeidaPublicado em 06/07/2022 às 06:00.

No Rio, hotéis estão virando prédios residenciais. Existem pelo menos cinco projetos do tipo em andamento na cidade.

Construtores e fundos de investimento aproveitam a localização, geralmente próximas às praias, para modificarem o uso do Hotel Glória, Atlântico Tower, Flamengo Palace, Hotel Inglês e Praia Linda.

Segundo o professor do núcleo de real state da Universidade de São Paulo, João da Rocha Lima, o movimento ocorre por uma soma de fatores.

A primeira é que hotéis antigos e degradados exigiriam muito investimento para repor uma condição de geração de renda compatível com as localizações e o valor dos terrenos urbanos, caso mantivessem seu uso de hotel.

Gostaria de aprender a investir em fundos imobiliários? Acesse aqui o curso gratuito da EXAME Academy em parceria com a B3

"O retorno sobre investimentos hoteleiros no país acontece em prazos maiores do que 12 anos no Brasil. Não há linhas de crédito a custo adequado com essa extensão de tempo. Particularmente o segmento de lazer é destinado a capitais pouco agressivos e pacientes na geração de renda".

Logo, o capital que será usado na revitalização dos hotéis pode ter taxa de retorno maiores em prazo mais curto (em torno de 5 anos), como são as de empreendimentos residenciais para venda, párticularmente os destinados aos públicos de alta renda.

"É um tipo de empreendimento para os quais já existem poucos terrenos na cidade. Por isso, oferecem potencial de rentabilidade, já que os preços praticados descolaram de curva de custos."

Veja abaixo cinco empreeendimentos que ocuparão antigos hotéis na cidade:

Hotel Glória

O fundo de investimento imobiliário do Opportunity é responsável pelo projeto que transformará o primeiro hotel cinco estrelas do país, com 100 anos, em um residencial de 266 unidades com quatro lojas no térreo.

O novo empreendimento será lançado em breve, em parceria com a SIG Engenharia, incorporadora e construtora especializada na cidade. O projeto vai preservar e recuperar a fachada.

Hotel Flamengo Palace

Decorado do Insight Praia do Flamengo

Insight Praia do Flamengo (Insight Praia do Flamengo/Divulgação)

Na Praia do Flamengo, o hotel agora é o Insight Praia do Flamengo, retrofit da D2J Construtora que será entregue em novembro.

O edifício tem 42 unidades e itens como portaria virtual e aplicativos exclusivos, além de serviços compartilhados, como coworking, mini mercado, lavanderia, lounge, espaço gourmet e spa, entre outros.

A construtora fechou parceria com a Housi, plataforma de moradia por assinatura que oferece locação 100% digital e sem burocracia, além da administração do condomínio.

Atlântico Tower

O hotel que fica na Rua Visconde de Inhaúma, 95, Centro, será um empreendimento residencial com 216 unidades. O fundo Opportunity é responsável pelo projeto.

“O movimento de investir em imóveis com valor histórico renova, incentiva a moradia e valoriza as regiões. O fundo acompanha com atenção essa tendência e investe no retrofit de hotéis", diz Jomar Monnerat, gestor do fundo.

Hotel Inglês

Verdano Spazio, no Rio

Verdano Spazio, no Rio (Verdano Spazio/Reprodução)

Também no Flamengo, a incorporadora Missões adquiriu o terreno do hotel, na Rua Silveira Martins, 20, empreendimento que fica em frente aos jardins do Palácio do Catete e encerrou as atividades em janeiro deste ano.

No local será construído o empreendimento Verdano Spazio, com apenas 16 unidades de 70 metros quadrados na tipologia quarto e sala. O residencial terá espaço gourmet e fitness. O lançamento será ainda no primeiro semestre.

Hotel Praia Linda

Praia Residencial Mar, da Itten, no Rio

Praia Residencial Mar, da Itten, no Rio (Itten/Reprodução)

Na Barra da Tijuca, um novo residencial com 34 apartamentos será erguido na Praia do Pepê, no Jardim Oceânico, onde funcionava o hotel com 60 quartos.

O terreno com mais de 2.500 metros quadrados dará lugar ao Praia Residencial Mar, empreendimento com lazer que inclui piscinas com raia de 25 metros e infantil, espaço kids fechado e ao ar livre, salão multiuso, spa/repouso, salas de reunião e academia, entre outros itens.

O projeto, lançado pela Itten em parceria com a 3021, tem valor geral de vendas superior a R$ 100 milhões e paisagismo do escritório Burle Marx.

Parque Global: o mega projeto com apartamentos de R$ 18 milhões em SP