Tênis francês Twins for Peace chega ao Brasil

Ex-jogador Raí é embaixador da marca no país e protagoniza campanha

São Paulo – O tênis francês Twins for Peace acaba de chegar ao Brasil. O ex-jogador Raí será o embaixador da marca no país e já foi fotografado por Jairo Goldfus para a campanha, que será veiculada na mídia impressa e terá ações na internet e PDV. A ação foi criada pela Acaju do Brasil, agência de branding também especializada em importar marcas para o mercado nacional.

A campanha destaca a parceria da marca com a Fundação Gol de Letra, fundada por Raí e o também ex-jogador Leonardo, já que a Twins for Peace tem forte ligação com ações de caráter social. Desde a criação da marca, em 2009, a empresa está envolvida com o “Shoe Project”, que destina um par de tênis a crianças carentes a cada compra efetuada.

No Brasil, parte da verba arrecadada com a venda dos tênis será repassada para a Gol de Letra. Após um ano, haverá doações de tênis de marcas nacionais para as crianças que participam do projeto da ONG. “A ideia é conscientizar sobre a possibilidade de ajuda a uma instituição que trabalha em prol de um futuro melhor para as crianças, com acesso à educação e oportunidades de vida”, disse Fábio Justos, sócio diretor da Acaju do Brasil.

O Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, será a porta de entrada da grife no mercado nacional, com um corner concept a partir de dezembro. Depois, a expectativa é estar presente nas lojas multimarcas de todo país. A estratégia da marca, que usa o slogan “Be cool, be good”, é se posicionar no segmento lifestyle e não como peça de luxo.


O objetivo é investir na conscientização dos consumidores, a partir das perspectivas socioambientais. “A ideia é entrar no mercado sem rótulos. Queremos que qualquer pessoa use os produtos, mas que ela saiba que existe uma ação social ligada à marca”, afirmou Justos. “Mesmo que a marca esteja no mercado de luxo, ela é diferente. É moda porque se envolve com atitudes sociais e de sustentabilidade”, acrescentou.

Segundo a empresa, a fabricação dos tênis da marca utiliza 90% de materiais recicláveis. Por isso, de acordo com Justos, a companhia encontrou dificuldade para a produção em solo nacional e as peças serão importadas da Europa. “Temos um cuidado muito forte com o trabalho sustentável”, argumentou. Os modelos Sneakers – clássico, de lona; e luxo, de camurça, em diversas cores – do tênis entram no Brasil com preços variando entre R$ 250 e R$ 310.

Para o primeiro ano de vida da marca no país, Justos evita falar em números. Diz apenas esperar um “retorno positivo”. “Creio que será bem aceito, porque é uma novidade no mercado. Nenhuma marca brasileira fez isso até hoje. Temos uma boa expectativa, não só de vendas, mas também de atingir a meta com a Fundação Gol de Letra”.

Em 2009, ano de lançamento da marca, os gêmeos Maxime e Alexandre Mussard, criadores da grife e irmãos de Dimitri Mussard, sócio de Justos na Acaju, que hoje mora no Brasil, desembarcaram no país para doar 200 pares de tênis para crianças do projeto Alavanca, na favela San Remo, em São Paulo.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.