A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Netflix cria tipo de letra próprio e vai economizar milhões

Marca cria tipo próprio, reforçando identidade visual e economizando em pagamentos de licenças

São Paulo - A Netflix encontrou um jeito bem original de economizar alguns milhões de dólares e ainda reforçar a sua identidade visual e de marca.

A marca anunciou hoje (22) a criação de um tipo próprio: a Netflix Sans. A partir de agora, você a verá toda vez que abrir o app ou acessar o site.

A ideia é parar de usar tipos criados por terceiros (como o Gotham) e aplicar somente a Netflix Sans, seja em caixa alta ou baixa (maiúsculas ou minúsculas), seja em versões como bold (negrito).

Como a Netflix tinha de pagar royalties altos aos criadores desses outros tipos quando eles iam parar em peças de divulgação e campanhas, o uso exclusivo de um tipo da casa acaba com esse gasto extra.

Segundo a marca, a Netflix Sans é limpa, funcional e ligeiramente inspirada no famoso logo da marca - criado em 1997 e repaginado em 2014.

Um dos designers líderes do projeto, Noah Nathan (ao lado de Tanya Kumar), escreveu sobre o tipo em seu site.

"Com a natureza global dos negócios da Netflix, licenças de fontes podem ficar um tanto caras. Desenvolvendo esse tipo, não apenas criamos nosso elemento único para a estética da marca (livrando a Netflix do [tipo] Gotham, largamente utilizado na indústria do entretenimento) como economizamos milhões de dólares por ano em licenças", escreveu Nathan.

O artista explicou que a Netflix Sans favorece a arte em vez da distração e elimina excessos.

A empresa Dalton Maag participou do projeto.

Netflix Sans: tipo criado pela marca vai salvar alguns milhões em pagamentos de licenças Netflix Sans: tipo criado pela marca vai salvar alguns milhões em pagamentos de licenças

Netflix Sans: tipo criado pela marca vai salvar alguns milhões em pagamentos de licenças (Netflix/Divulgação)

Netflix Sans: tipo criado pela marca vai salvar alguns milhões em pagamentos de licenças Netflix Sans: tipo criado pela marca vai salvar alguns milhões em pagamentos de licenças

Netflix Sans: tipo criado pela marca vai salvar alguns milhões em pagamentos de licenças (Netflix/Divulgação)

Veja alguns exemplos inseridos em séries e filmes já existentes no catálogo da Netflix:

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais (Netflix/Divulgação)

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais (Netflix/Divulgação)

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais (Netflix/Divulgação)

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais (Netflix/Divulgação)

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais

Netflix: criação de tipo próprio a ser usado em conteúdos originais (Netflix/Divulgação)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também