• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

Itaú e Santander disputam cliente em batalha de rimas

Perfis dos bancos no Twitterl fazem duelo de versos para conquistar preferência de usuário

	Twitter: microblog virou campo para o duelo entre os bancos
 (AFP/Leon Neal)
Twitter: microblog virou campo para o duelo entre os bancos (AFP/Leon Neal)
Por Mirela PortugalPublicado em 20/09/2013 14:28 | Última atualização em 20/09/2013 14:28Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - Os perfis do Itaú e o do Santander no Twitter protagonizaram ontem uma curiosa estratégia de relacionamento com os consumidores nas redes sociais.

Tudo começou quando o usuário do Twitter @vyktorb, afirmando estar indeciso sobre qual banco escolher, lançou um desafio em seu perfil no fim da tarde de quinta-feira: abriria conta no vencedor de uma batalha de rimas ali mesmo, no microblog.

O tuíte foi levado à sério por ambos os lados, e os bancos começaram a destacar vantagens e diferenciais das marcas - em verso. Acompanhe, abaixo, a troca de mensagens:

A reação bem-humorada e informal é adequada ao Twitter, explica  Eduardo Tracanella, superintendente de marketing institucional do Itaú. "Tudo está mudando muito rápido e as marcas precisam mudar tammbém. As marcas perceberam que podem ter mais conversa, mais protagonismo, e menos propaganda. Sem perder a identidade, e adequando a linguagem a cada plataforma", avaliou.

De acordo com Clau Duarte, superintendente executiva de comunicação externa do Santander, o banco monitora tudo o que é falado nas redes sociais e busca interagir na mesma linguagem que as pessoas usam nesses meios. "Quem pauta o que o Santander vai falar nas redes sociais são  dia são os consumidores. Essa é a maior vantagem da internet. Buscamos responder na linguagem do cliente", explicou.