Disputa da Snickers no Conar acaba em vitória para o iFood

Após duas decisões do Conar e disputa que começou em janeiro, iFood conseguiu liberar a sua propaganda

	Betty Faria na campanha da Snickers: comercial foi plagiado por iFood e Conar pediu a suspensão da campanha
 (Divulgação)
Betty Faria na campanha da Snickers: comercial foi plagiado por iFood e Conar pediu a suspensão da campanha (Divulgação)
Por Guilherme DearoPublicado em 25/08/2015 11:05 | Última atualização em 25/08/2015 11:05Tempo de Leitura: 3 min de leitura

*atualizado em 25/8/2015

Após uma vitória da Snickers em janeiro, um pedido de revisão do iFood, sua vitória e então um recurso da própria Snickers, o Conar chegou a uma decisão final na disputa entre Mars e o site de comida delivery.

Em janeiro, o Conar tinha avaliado que o iFood tinha plagiado o comercial "República", do chocolate Snickers. A propaganda "Namorados", criada pela NBS, foi obrigada a sair do ar.

Em maio, após o iFood recorrer, o Conar liberou a campanha. Então a Mars entrou com um pedido de recurso extraordinário. E só agora saiu o resultado definitivo.

Por 34 votos favoráveis (e três contrários), a representação da Mars foi arquivada. Qualquer suspeita de plágio foi descartada.

*atualizado em 21/5/2015

São Paulo - A Mars (empresa que fabrica o chocolate Snickers) venceu o processo que abriu no Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) contra a iFood (site de comida delivery).

O Conar avaliou em dezembro o pedido da Snickers. Segundo a marca, a iFood estava plagiando uma campanha sua.

Pela decisão do órgão, por oito votos contra um, a iFood teve que retirar seu vídeo do ar.

A propaganda em questão é "República", vídeo estrelado por Betty Faria em 2013 que fez muito sucesso desde o seu lançamento - inclusive seu conceito sendo usado para comerciais em 80 países e ganhando prêmios importantes como Cannes e El Ojo.

A campanha "Namorado" da iFood, de 2014, traz uma cena parecida com "República".

Em "República", um homem morador da casa de estudantes "se transforma" em Betty Faria porque está com fome e passa a reclamar sem parar, principalmente porque acabou a comida da geladeira.

Quando um amigo lhe dá um Snickers, tudo melhora. O slogan era "Você não é você quando está com fome". 

A campanha da iFood vai na mesma linha. Novamente, uma casa com várias pessoas. A namorada de um rapaz começa a reclamar que a comida acabou e o namorado diz que a solução para ignorá-la reclamando é pedir comida delivery pelo celular.

Confira as duas campanhas e tire suas conclusões:

Snickers

//www.youtube.com/embed/L0XSxoB5K1I

iFood

//www.youtube.com/embed/6RHl2vLD6kI

Atualizações

Após a primeira decisão do Conar, a empresa iFood entrou com um recurso e o resultado lhe foi favorável. A nota explicativa da empresa:

"O Conar considerou absurda a intenção da MasterFood de se apropriar da expressão "Mata a Fome. Deliberou que os argumentos foram infundados e que detalhes de produção não podem caracterizar plágio. O Conar comunicou ainda que nenhum anunciante pode se apropriar de cenários ou número de figurantes num comercial. E, por fim, julgou que os dois conceitos apresentados nos filmes Namorado (iFood) e República (Snickers) são completamente diferentes".

A Mars, da marca Snickers, soube da decisão e se pronunciou, dizendo que entrou com recurso extraordinário:

"A Mars está ciente da decisão do Conar - Conselho Nacional de Auto-regulamentação publicitária - de revogar a decisão quase unânime de pedido para retirada do comercial da empresa iFood - "Namorado" - do ar. A nova resolução não altera a legitimidade do pedido da Mars e do seu chocolate Snickers que consideram o filme da empresa de alimentos online uma réplica do comercial "República" de Snickers. A Mars entrou com recurso extraordinário no Conar e aguarda nova audiência".