Catuaba Selvagem ganha marketing espontâneo em entrevista de Eike

Empresário Eike Batista concedia uma entrevista para TV Globo quando foi parado por um homem que diz: “Vai tomar Catuaba Selvagem com teu colega Cabral?”

Um dos homens mais ricos do país, procurado pela Polícia Federal e dado como foragido, resolve voltar para o Brasil e topa falar com a maior emissora da nação sobre o assunto.

O fato midiático gera uma incrível mescla de audiência e relevância. Embora o cenário não seja propicio para uma propaganda ou um placement pelo viés jornalístico do conteúdo, quantas marcas não gostariam de participar deste momento? Uma delas conseguiu, e com mídia espontânea, sem gastar um real: a Catuaba Selvagem.

Acusado de financiar um suposto esquema corrupto do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, o empresário Eike Batista concedia uma entrevista para TV Globo, ainda em solo americano, quando foi interpelado por um homem que lhe dá um tapinha no ombro e pergunta: “Vai tomar Catuaba Selvagem com teu colega Cabral?”. Surpreso, o milionário sorri e comenta esse tipo de reação dos brasileiros perante sua situação. Confira:

Se a aparição da marca desta forma inusitada em uma entrevista que rodou o Brasil e possivelmente o mundo, foi um golpe de sorte, não se pode dizer o mesmo do trabalho de comunicação e distribuição que a Catuaba Selvagem tem feito para popularizar e expandir sua marca.

Não à toa, nos últimos anos a marca se tornou item imprescindível em qualquer festa que se preze, dos fluxos na periferia aos bloquinhos na Vila Madalena.

Este conteúdo foi originalmente publicado no portal AdNews.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.