50 cartazes que contam a história da Coca-Cola

Centenária, "lovemark" conseguiu construir ligação emocional com consumidores estimulando o colecionismo

A expressão "lovemark" foi criada por Kevin Roberts, CEO da Saatchi&Saatchi, para o livro homônimo lançado em 2004. Por lovemarks, Roberts definiu marcas que, devido à profunda ligação emocional que desenvolvem com seus consumidores, transcendem o limite racional. Por atingirem esse nível, deixam de ter consumidores e passam a ter fãs. Segundo o executivo, Coca-Cola é um exemplo de lovemark.

A marca Coca-Cola vem sendo colecionada no Brasil há praticamente um século. A bebida chegou ao país na década de 40, e desde então, iô-iôs, miniaturas de engradados, garrafinhas, displays publicitários, calendários, canetas, e tudo que é brinde acaba se tornando verdadeira febre entre os admiradores do refrigerante. Boa parte do sucesso da marca está baseado no colecionismo. Nessa mesma categoria entram os cartazes.

A seguir, 50 anúncios contam um pouco da história da marca através de traços estéticos e culturais que diferem de acordo com a década, o país, a cultura e a sociedade.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.