Dia dos pais: como escolher um presente sem estourar o orçamento

Este ano o Dia dos Pais será comemorado no dia 14 de agosto, próximo domingo, e os comerciantes já estão fazendo as suas apostas para as vendas desse ano
Dia dos pais: Apesar da inflação, CNC prevê volume alto de vendas (Ariel Skelley/Getty Images)
Dia dos pais: Apesar da inflação, CNC prevê volume alto de vendas (Ariel Skelley/Getty Images)
Roberto Bodetti
Roberto BodettiPublicado em 11/08/2022 às 08:12.

No próximo domingo, 14 de agosto, será comemorado o Dia dos Pais, e conforme a data se aproxima, comerciantes de todo o país já começam a fazer as suas estimativas para o retorno das vendas da data comemorativa.

O Dia dos Pais, segundo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a quarta data comemorativa mais importante em termos de movimentação financeira e pode atingir em 2022 o total de R$ 7,2 bilhões em volume de vendas, o que representaria um aumento de 5,3% se comparado com os resultados da data no ano passado.

Foi pensando nesse volume grande de vendas que a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (PROTESTE) preparou 6 dicas que irão ajudar o consumidor no momento da compra. As dicas não são apenas para a escolha do melhor presente para os pais, mas também para evitar gastos muito grandes e que podem endividar o consumidor.

Confira abaixo 6 dicas para comprar o presente perfeito no dia dos pais:

1. Pesquise bem os preços

Em datas como essa os comerciantes bombardeiam o consumidor com diversos produtos, mas também com diferentes tipos de preços. É importante ter bem definido o presente para que uma pesquisa do produto em todas as lojas disponíveis possa ser feita com mais precisão. Além disso, o consumidor pode acessar aplicativos que comparem preços, como o Mais Barato PROTESTE, que avisa o consumidor sobre onde certo produto está sendo vendido por um preço mais barato, além de testar cupons de desconto.

2. Decida o presente com antecedência

Decidir o que será comprado com antecedência é crucial para uma compra melhor. Se as intenções forem comprar em uma loja física, o consumidor economiza tempo pois já entra nas lojas com um objetivo específico, além de não correr o risco de fazer uma compra por impulso e se arrepender depois.

3. Cuidado com as compras online

Apesar das praticidade das compras online é importante ficar atento aos prazos de entrega para que ninguém fique decepcionado no domingo. Ao comprar pelo e-commerce, tenha atenção dobrada aos prazos de entrega, opte por lojas confiáveis e com boa reputação e, se possível opte pela retirada na em uma loja física, desta maneira não há a chance de problemas com a entrega do pedido.

4. Cuidado com os "Vales-presentes"

Os vales-presentes são uma ótima opção para os filhos que conhecem os gostos dos pais, mas não conseguem decidir um produto específico. Porém, apesar de serem muito úteis, o comprador deve ficar atento no momento da compra. Anote na nota fiscal, de que forma será restituída eventual diferença de valores com o preço pago na aquisição do produto. A loja é obrigada a restituir a diferença em moeda corrente ou de forma a complementar o valor para aquisição de outro produto. Defina e registre, por escrito, em que consiste o "vale-presente" (tipo de artigo, tamanho, cor, marca, etc.), e se há prazo para usá-lo.

5. Informe-se sobre a troca e devolução do produto

Ao presenter alguém, a chance de uma troca do produto é grande. Peças de roupas, por exemplo, nem sempre servem ou são apreciadas pelo presenteado. Neste caso, é importante que o consumidor se certifique com o lojista sobre a possibilidade de troca dos produtos. Quanto à reembolso, apesar de muitos acreditarem que ela é um direito obrigatório do consumidor, existem regras para que ele aconteça, então é importante se atentar às ocasiões.

6. Fique atento aos prazos de reclamação

Todo produto comprado pode ter eventuais problemas no futuro, e é importante estar informado sobre os prazos de reclamação. Para dano aparentes e à produtos não duráveis, o consumidor pode entrar com uma reclamação num prazo de um mês após a compra. Já para produtos duráveis, três meses.

Veja Também

Uma filha nascida fora do casamento tem direito à herança do pai?
Minhas Finanças
Há 3 dias • 3 min de leitura

Uma filha nascida fora do casamento tem direito à herança do pai?

Como é sua relação com o dinheiro?
Um conteúdo Bússola
Há 4 dias • 4 min de leitura

Como é sua relação com o dinheiro?