Dia dos namorados: 10 dicas de segurança para comprar presentes em lojas virtuais e físicas

Saiba como se proteger de golpes, tanto digitais quanto em lojas físicas, para compras do Dia dos Namorados
Dia dos Namorados: saiba o como se planejar financeiramente para a data (Flores Online/Divulgação)
Dia dos Namorados: saiba o como se planejar financeiramente para a data (Flores Online/Divulgação)
F
Fernanda BastosPublicado em 09/06/2022 às 09:39.

O Dia dos Namorados, no dia 12 de junho no Brasil, é uma data em que milhares de pessoas buscam lojas virtuais e físicas para presentear pessoas queridas. Pelo grande fluxo de compras, datas como esta, com grande apelo comercial, podem tornar os consumidores mais suscetíveis a quadrilhas que aplicam golpes com dados pessoais.

Sites, e-mails e ligações são algumas das táticas usadas com objetivo de roubar informações pessoais e dados bancários. Outra tática que tem se tornado comum são os perfis falsos com ofertas de produtos mais baratos para a captura de dados dos usuários nas redes sociais.

“A população tem um comportamento de segurança no mundo digital diferente do mundo físico, em que as pessoas já se acostumaram a tomar cuidados com carteiras, pertences e celulares. É preciso ter a mesma conduta para o mundo digital”, comenta Adriano Volpini, diretor do Comitê de Prevenção a Fraudes da Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

Como uma forma de ajudar os consumidores nesse período de comemorações, segue abaixo algumas dicas da Febraban para evitar os golpes:

Conheça dicas para comprar com segurança no Dia dos Namorados

Para compras online:

Segundo a Febraban, é importante pesquisar a reputação das lojas e vendedores, aproveitando a sessão dos comentários de outros compradores para decidir se vale comprar nessa loja. O interessante de compras online é que elas contam com a ferramenta de cadeado HTTPS que diz se determinado site é seguro ou não. O ícone indica proteção por criptografia, o que garante segurança na troca de dados entre o site e o usuário.

Outra dica é desconfiar de links encaminhados via WhatsApp ou mensagens de texto. "Na dúvida, entre em contato direto com os canais oficiais de seu banco", afirmam analistas da Febraban. É importante que o consumidor tenha atenção para não clicar em links de promoções exageradas. Para checar se a oferta em questão é real, acesse o site oficial da loja digitando o endereço dela diretamente na barra do navegador.

Promoções existem mas é importante atenção em caso de ofertas muito abaixo do mercado. A dica aqui é duvidar de valores que parecem desconexos com a faixa de preço cotidiana da loja. A ideia aqui é desenvolver o senso crítico para se proteger.

Hoje, com a tecnologia, existem diversas ferramentas disponíveis para o acesso. Então aproveite no caso de compras realizadas pelo aplicativo do cartão para acompanhar as cobranças. Se você não identificar uma transação, entre em contato com a o banco imediatamente para bloquear a movimentação financeira. Mas se a opção escolhida para pagar o presente seja boleto, transferências ou PIX, é importante criar uma rotina de conferência de dados. Se atente ao nome do beneficiário que aparece no aplicativo e confira se ele condiz com os dados de quem deve receber o pagamento.

Outra dica é dar preferência para usar o cartão virtual para as compras online. Assim, você protege os seus dados. E enquanto estiver preenchendo as informações de pagamento nos sites e plataformas, não selecione a opção “salvar dados do cartão”.

Em lojas físicas:

Já em lojas físicas, a lógica muda um pouco. Se você for passar o cartão na maquininha da loja, passe você mesmo e não entregue-o para um terceiro. Crie o hábito de conferir o valor antes de digitar a senha e sempre proteja o código de segurança do cartão.

Muitas pessoas acabam não pedindo o comprovante impresso, mas ele é um documento que pode assegurar se aquele estabelecimento é seguro ou não. Então, sempre que possível, crie o hábito de pedir o comprovante.

Caso o cartão não passe de primeira, tenha a atenção. Em hipótese alguma deixe que levem seu cartão para longe de você para passar em outra máquina. No caso de uma segunda tentativa de cobrança, especialistas aconselham acompanhar a operação de perto.

Outra dica é, na conclusão da compra pela maquininha, verifcar o nome no cartão para ter certeza de que realmente é o seu pois, golpistas podem se aproveitar de distrações para trocar o seu cartão e ficar com ele.

Se você preferir utilizar o QR Code para pagar o seu presente, tenha em mente que é necessário identificar se o destinatário da transação é o beneficiário correto.

Tenha acesso agora a todos materiais gratuitos da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal

Veja Também

Correios passarão a exigir CPF em pacotes de encomendas nacionais
Minhas Finanças
Há 2 semanas • 2 min de leitura

Correios passarão a exigir CPF em pacotes de encomendas nacionais

Santander leiloa imóveis a partir de R$ 161 mil em todo Brasil
Mercado imobiliário
Há 3 semanas • 2 min de leitura

Santander leiloa imóveis a partir de R$ 161 mil em todo Brasil

Governo oferece 400 imóveis para venda com até 87% de desconto
Mercado imobiliário
Há um mês • 2 min de leitura

Governo oferece 400 imóveis para venda com até 87% de desconto

Nubank fecha parceria com Shopee e oferece cashback aos clientes
Minhas Finanças
Há um mês • 3 min de leitura

Nubank fecha parceria com Shopee e oferece cashback aos clientes

Leilão oferece 48 imóveis com lance mínimo de R$ 50 mil
Mercado imobiliário
Há um mês • 2 min de leitura

Leilão oferece 48 imóveis com lance mínimo de R$ 50 mil