Invest

Contribuintes do RS receberão restituição do IR 2024 no dia 31 de maio

O anúncio foi feito pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa, nesta quarta-feira; prazo do IR no estado já foi prorrogado

IR: Receita já prorrogou prazo para entrega da declaração até o final de agosto  (Reprodução/Divulgação)

IR: Receita já prorrogou prazo para entrega da declaração até o final de agosto (Reprodução/Divulgação)

Karla Mamona
Karla Mamona

Editora de Finanças

Publicado em 15 de maio de 2024 às 15h11.

Última atualização em 16 de maio de 2024 às 11h23.

Tudo sobrereceita-federal
Saiba mais

O ministro da Casa Civil, Rui Costa, informou nesta quarta-feira, 15, que a Receita Federal irá pagar a restituição do Imposto de Renda para todos os contribuintes que enviaram a declaração do IR no Rio Grande do Sul no dia 31 de maio. Segundo o ministro, o montante estimado é de R$ 1,1 bilhão. Nesse lote estão incluídas as restituições de cerca de 900 mil declarantes gaúchos.

Para aqueles que não conseguiram declarar o IR, a Receita Federal prorrogou o prazo da entrega da declaração do Imposto de Renda 2024 para contribuintes que residem nos 336 municípios do Rio Grande do Sul afetados pelas fortes chuvasO novo prazo específico para esses moradores é 31 de agosto de 2024. 

Como é feito o pagamento?

O pagamento da restituição é realizado na conta bancária informada na declaração de imposto de renda, de forma direta ou por indicação de chave Pix. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até 1 (um) ano no Banco do Brasil. Neste caso, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de 1 (um) ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos > Meu Imposto de Renda e clicando em "Solicitar restituição não resgatada na rede bancária".

Como consultar a restituição do imposto de renda?

O contribuinte deve acessar o site da Receita Federal para saber se tem acesso ao lote residual da restituição. Basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Acesse o site do governo e clique em ‘Imposto de Renda’
  • Em seguida, clique na aba 'Consultar minha restituição’
  • Digite o número do seu CPF;
  • Digite a data de nascimento;
  • Selecione o ano em exercício. Neste caso, selecione a opção '2023'.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que possibilita consultar informações sobre liberação das restituições do IR e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Auxílio reconstrução

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou nesta quarta-feira, 15, um voucher de R$ 5.100 para as famílias atingidas pelas enchentes do Rio Grande do Sul. O benefício, batizado de Auxílio Reconstrução, será pago as famílias que perderam bens em decorrência da tragédia que atinge quase todos as cidades gaúchas.

O pagamento será feito via PIX em uma parcela única pela Caixa Econômica Federal. Para receber o valor, o cidadão precisará informar o endereço de residência e, com base em dados da Defesa Civil, o governo vai conferir se a rua sofreu com alagamentos.

O dinheiro poderá ser utilizado para comprar itens básicos, como geladeira, máquina de lavar, televisores e outros eletroeletrônicos. A estimativa é que o impacto previsto do programa será de R$ 1,2 bilhão com 200 mil famílias com acesso ao benefício.

Acompanhe tudo sobre:receita-federalImposto de Renda 2024Restituição do Imposto de RendaGoverno LulaFree Paywall

Mais de Invest

Marfrig (MRFG3) reverte prejuízo e tem lucro líquido de R$ 62,6 milhões no 1º trimestre de 2024

Imposto de Renda: segundo lote de pagamento tem correção de 1%; veja calendário

Desenrola Fies: prazo para renegociar até 99% da dívida termina dia 31; veja como participar

Veja quais são os 5 melhores fundos imobiliários (FIIs) para investir agora

Mais na Exame