McDonald's (MCDC34F) registra queda de 46% no lucro do 2T22

Esse foi o primeiro resultado trimestral impactado pelos efeitos da guerra da Ucrânia e a venda das operações russas do McDonald's
Loja do McDonald's (MCDC34F) (Divulgação/Exame)
Loja do McDonald's (MCDC34F) (Divulgação/Exame)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 26/07/2022 às 11:21.

O McDonald's (MCDC34F) divulgou nesta terça-feira, 26, os resultados do segundo trimestre de 2022.

O lucro líquido do McDonald's caiu 46% entre abril e junho em relação ao mesmo período do ano passado.

No segundo trimestre do ano, a rede de restaurantes teve um lucro de US$ 1,18 bilhão, contra os US$ 2,21 registrados no mesmo período de 2021.

No semestre, o lucro líquido teve uma queda de 39%, passando de US$ 3,75 bilhões em 2021 para US$ 2,29 bilhões em 2022.

A receita também caiu, em 3%, passando de US$ 5,88 bilhões no segundo trimestre de 2021 par US$ 5,71 no mesmo período deste ano, prejudicadas em parte pelo fechamento dos restaurantes russos e ucranianos.

No semestre, a receita cresceu 3%, passando de US$ 11,01 bilhões em 2021 para US$ 11,38 em 2022.

Na comparação trimestral as vendas ​​globais aumentaram 9,7%, com o mercado dos EUA que cresceu 3,7% e os mercados estrangeiros subiram 13,0%.

Os gastos operacionais aumentaram 25% na comparação anual, passando de US$ 3,196 bilhões em 2021 para US$ 4,00 bilhões em 2022.

No semestre, a alta foi de 22%, passando de US$ 6,04 bilhões para US$ 7,35 bilhões.

Inflação derruba lucro do McDonald's

A inflação derrubou os lucros da empresa, apesar dos aumentos de preços aplicados nos restaurantes.

Para 2022, o McDonald's projeta uma inflação entre 12% e 14% para alimentos e embalagens nos EUA e níveis ainda mais altos na Europa.

A empresa relatou uma perda de US$ 1,2 bilhão relacionada à venda de suas operações na Rússia após o início da guerra na Ucrânia.

CEO do McDonald's (MCDC34F) destaca "resiliência" da empresa

Para o CEO do McDonald's, Chris Kempczinski, a empresa "continua a demonstrar força e resiliência" mesmo em um "ambiente operacional em todo o cenário competitivo que continua desafiador".

"Enquanto estamos planejando uma ampla variedade de cenários, estou confiante de que nossos planos e pessoas posicionam o McDonald's para enfrentar esse ambiente melhor do que outros", salientou o executivo.