Ibovespa fecha em forte alta com Vale (VALE3) disparando e semana termina em alta

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) foi impulsionado também pelo IPCA, que registrou uma nova queda em agosto
Painel de cotações da B3; Ibovespa (Germano Lüders/Exame)
Painel de cotações da B3; Ibovespa (Germano Lüders/Exame)
Carlo Cauti
Carlo CautiPublicado em 09/09/2022 às 17:47.

Ibovespa hoje: o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) terminou o pregão desta sexta-feira, 9, em alta, após uma disparada iniciada logo no começo do pregão.

O Ibovespa fechou aos 112.249 pontos, com alta de 2,12%.

Com essa alta, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo fecha a semana em alta de 1,25%, revertendo a perda de 0,86% registrada até a última quinta-feira.

O volume financeiro do dia foi de R$ 22,7 bilhões.

O dia tinha iniciado positivo, com o Ibovespa subindo graças ao impulso das ações da Vale (VALE3), que ganharam terreno graças a valorização do minério de ferro.

A Vale fechou o pregão com alta de 7,81%, mas todas as empresas do setor de mineração registaram ganhos no dia, como a Companhia Siderúrgica Nacional Mineração (CSNA3), que subiu 8,87%.

O minério de ferro fechou nesta madrugada na máxima das últimas duas semanas, impulsionada pelas expectativas de novos estímulos do governo chinês após os dados de inflação da China terem saído abaixo do consenso de mercado.

O Índice de Preço ao Consumidor (IPC) chinês teve queda de 0,1% em agosto, encerrando o período com 2,5% de alta acumulado em 12 meses. A inflação anual ao produtor chinês, que estava em 4,2% em julho, caiu para 2,3%. Além das ações da Vale, as grandes siderúrgicas operam entre as maiores altas da sessão.

O dólar por sua vez fechou em queda de 1,13%, pressionado por melhora de apetite por risco internacional e alta nos preços das commodities.

Entretanto, mesmo com a cotação do petróleo Brent subindo 3,47%, a Petrobras (PETR3) acabou perdendo 0,17%.

O mercado americano também ajudou nesta sexta, com Wall Street fechando a semana em forte alta:

  • Dow Jones (Nova York):  1,19%
  • S&P 500 (Nova York): 1,53%
  • Nasdaq (Nova York): 2,11%

Destaques de ações

A melhor ação do dia foi Americanas (AMER3), que fechou em alta de 9,31%, liderando as ações das varejistas que reagiram positivamente à perspectiva de inflação mais baixa, após o Índice de Preços do Consumidor Amplo (IPCA) de agosto apresentar deflação pelo segundo mês consecutivo.

Papéis de aéreas também desempenharam bem, com Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) que subiram 7,58% e 7,35%, respectivamente.

A curva de juros futuros também recuou, com a expectativa de afrouxamento do ciclo monetário, impulsionando ainda mais os papéis das empresas de consumo.