Acompanhe:

BCE eleva juros em 75 pontos-base diante de inflação recorde

Decisão é mais uma tentativa de conter a persistente inflação recorde na zona do euro e veio em linha com a expectativa de analistas

BCE: Banco Central Europeu eleva juros em 75 pontos-base diante de inflação recorde (Ralph Orlowski/Reuters)

BCE: Banco Central Europeu eleva juros em 75 pontos-base diante de inflação recorde (Ralph Orlowski/Reuters)

E
Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2022, 09h54

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu elevar seus juros básicos em 75 pontos-base nesta quinta-feira, após concluir reunião de política monetária, em mais uma tentativa de conter a persistente inflação recorde na zona do euro.

Segundo comunicado, o BCE aumentou sua taxa de refinanciamento de 1,25% para 2,00%, a de depósitos de 0,75% para 1,50% e a de empréstimos de 1,50% a 2,25%. A decisão veio em linha com a expectativa de analistas.

Em setembro, a taxa anual de inflação ao consumidor da zona do euro atingiu patamar recorde de 9,9%, ainda impulsionada pelo choque dos preços de energia deflagrado pela guerra da Rússia na Ucrânia. Desde julho, o BCE, que busca inflação constante de 2% no médio prazo, já aumentou seus juros em dois pontos porcentuais.