O que são bancos de investimento e como eles funcionam?

Vendo como a importância dos bancos de investimento tem crescido no Brasil, é possível entender que ele é um agente importantíssimo no cenário brasileiro
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 17/08/2022 às 11:00.

Bancos de Investimento são um tipo de banco que tem crescido de forma relevante no Brasil por conta do desenvolvimento do mercado.

Portanto, entender mais sobre os bancos de investimento é muito importante para quem quer alocar seu capital na bolsa de valores.

O que são Bancos de Investimento?

Bancos de Investimento são instituições financeiras de natureza privada que têm como objetivo ajudar companhias em operações societárias. Por exemplo: reestruturação de empresas, fusões, aquisições, abertura de capital na bolsa de valores e outros. 

Vendo como a importância dos bancos de investimento tem crescido no Brasil, é possível entender que ele é um agente importantíssimo no cenário brasileiro.

Importante salientar que essa espécie de banco também pode administrar o patrimônio de terceiros, sejam empresas ou investidores individuais.

Também é importante notar, por fim, que a função dos bancos de investimento também é o de financiamento de longo prazo para companhias, seja para capital de giro, para que as empresas cresçam suas operações, entre outras funções.

Por fim, é importante saber que esse tipo de instituição concorre com outras espécies de bancos e também com corretoras de valores para conseguir alocar o capital de seus clientes.

Essas instituições devem conter em seu nome social o termo “Banco de Investimento” e são caracterizadas como Sociedades Anônimas.

Como funcionam os Bancos de Investimento?

De fato: muito embora essas instituições sejam bancos, elas não têm a função de conta corrente. Ou seja: elas não conseguem captar os recursos de seus clientes com depósitos em conta ou aplicações em poupança.

Entretanto, é possível captar dinheiro através da emissão de Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) ou também de Recibos de Depósitos Bancários (RDBs). 

Há, ainda, a possibilidade de captar recursos por meio da venda de títulos e cotas em fundos de investimentos e repasse de recursos (sejam externos ou internos).

Além disso, existem algumas funções que esse banco realiza: fornecimento de capital de giro e capital fixo para empresas, repasse de empréstimos externos, depósitos interfinanceiros, aquisição (e subscrição) de títulos de valores mobiliários.

Há, ainda, uma função importantíssima quando o assunto é como funcionam os bancos de investimento: soluções de investimento, seja para investidores individuais ou institucionais.

Sendo assim, essas instituições podem criar produtos de investimentos para os seus clientes, como fundos de investimento. 

Por fim, esses bancos também podem auxiliar as empresas de capital fechado a se prepararem para a abertura de capital (IPO) na bolsa de valores.

Ou seja: fica claro que a importância desse tipo de banco é muito grande para o desenvolvimento da economia de um país.

De fato: bancos de investimentos ajudam investidores e empresas a aumentar sua rentabilidade (seja através de investimentos ou do crescimento de suas operações).

Quando foram criados os Bancos de Investimento?

Os bancos de investimentos surgiram em 1929, após a crise econômica dos EUA ocorrida naquele ano e que acarretou em muitas mudanças para o setor financeiro.

Sua criação ocorreu quando uma lei americana delimitou a distinção entre bancos de investimentos e bancos comerciais para que fosse possível proteger os depósitos de seus correntistas.

De fato: apesar de esse tipo de divisão não ser mais necessário, é comum que a prática continue a existir e que essas instituições financeiras busquem se especializar em um ou outro tipo de serviço.

Isso porque o financiamento dos bancos de investimento depende de forma exclusiva do mercado bancário. Por outro lado, os bancos comerciais (chamados também de bancos varejistas) podem converter os depósitos dos particulares em créditos.

Ou seja: na prática, os bancos de investimento fazem a movimentação do dinheiro de seus clientes investindo em outras companhias para buscar lucro.

Dessa forma, eles podem investir em ativos de renda variável ou em ativos de renda fixa, dependendo do momento de mercado e da estratégia utilizada.

Vale a pena investir através dos Bancos de Investimentos?

De fato: grandes bancos de investimentos estão buscando oferecer serviços isentos de taxa e com melhor atendimento para atender às crescentes demandas do mercado de capitais do Brasil.

Entretanto, é possível realizar investimentos através de outras instituições. Por exemplo: corretoras de valores, distribuidoras de valores e bancos de varejo que também possuam uma corretora em sua estrutura.

Hoje em dia, todas essas instituições possuem uma grande variedade de produtos financeiros, como fundos de investimento com diversas estratégias distintas, títulos de renda fixa, ações brasileiras e até mesmo internacionais, entre outros.

Sendo assim, é preciso avaliar uma série de fatores, como o preço para realizar investimentos (taxa de administração, taxa de corretagem e outras), facilidade de uso, qualidade do atendimento oferecido e outros.

Portanto, não há resposta clara quando se pergunta se vale a pena investir em bancos de investimentos, pois a resposta depende muito de cada um.

Ou seja: vale a pena verificar as diversas instituições financeiras que oferecem a possibilidade de fazer investimentos e pesar os prós e os contras de cada um.

Você ainda tem dúvidas sobre bancos de investimentos e seu funcionamento? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é taxa Selic?
O que é IPCA acumulado?
O que é IOF?