Dividend Yield: saiba como funciona esse indicador financeiro

Saber o significado de Dividend Yield e como calculá-lo é algo muito importante para quem quer começar a investir na bolsa de valores
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 08/07/2022 às 11:00.

Última atualização em 05/08/2022 às 14:16.

Dividend Yield é uma métrica importante para muitos investidores que desejam uma receita previsível em documentos.

Portanto, saber mais sobre o significado de Dividend Yield é algo muito importante para quem quer começar a investir na bolsa de valores.

O que é Dividend Yield?

Dividend Yield é o nome dado a um indicador que mostra quanto um ativo pagou de proventos aos seus acionistas nos últimos 12 meses. Esse indicador relaciona a distribuição de dividendos e juros sobre capital próprio com a cotação atual da companhia, indicando se o yield está alto ou baixo.

Ou seja: esse é um importante indicador para quem quer receber uma receita passiva dos ativos investidos na bolsa de valores

Sendo assim, para quem investe em ações e fundos imobiliários com foco em dividendos, saber como funciona o dividend yield é fundamental.

Essa métrica financeira, junto com uma análise de outros fatores, pode ajudar o investidor a tomar a sua decisão a respeito de investir em um ativo.

Como calcular o Dividend Yield?

De fato, muitos investidores (especialmente os iniciantes) podem achar difícil calcular dividend yield, mas achar esse valor é algo relativamente simples.

Sendo assim, para fazer esse cálculo, basta dividir os proventos pagos por ação do ativo de renda variável dos últimos 12 meses pela sua cotação atual. A fórmula é a seguinte:

Dividend Yield  = Dividendo por ação dos últimos 12 meses / Cotação atual 

Além disso, é possível apresentar esse resultado em termos percentuais. Para isso, basta multiplicar o resultado final por 100.

Por exemplo: um investidor quer avaliar o dividend yield de uma ação cujo valor médio de dividendo por ação nos últimos 12 meses esteja em R$2,5 e cuja cotação esteja em R$50.

Assim, para achar o dividend yield pago basta dividir o primeiro valor pelo segundo, gerando um dividend yield de 0,05 (ou 5%).

Qual é a função do Dividend Yield?

O dividend yield tem uma função muito importante para aqueles que desejam investir em ativos de renda variável que tem um foco em dividendos.

Isso porque, ao avaliar dividend yield, um investidor pode entender se aquela empresa distribui muitos ou poucos proventos – seja como dividendos, seja como juros sobre capital próprio.

Dessa forma, ele pode decidir se investe ou não nesse ativo. Isso porque ele saberá se a empresa tem um fluxo de caixa constante ou se ela ainda está na fase de crescer as suas operações.

Como existem diversos perfis de investidor, o olhar focado em dividendos é voltado para aquela pessoa que quer uma receita recorrente e não pensa tanto em multiplicar seu patrimônio com ações de crescimento.

Além disso, ao avaliar os proventos pagos pela empresa nos últimos 12 meses, o investidor pode fazer uma previsão de quanto receberá de dividendos futuramente. 

O que influencia o Dividend Yield de uma empresa?

Existem vários fatores que exercem influência no dividend yield da ação e que podem modificar o seu resultado final.

Entre eles, destacam-se a cotação atual da ação, os seus dividendos pagos, o pagamento de dividendos extraordinários, uma mudança de direção na empresa, o tipo de ação e, por fim, o payout.

Primeiramente, o preço de uma ação pode cair muito ou subir muito diante de uma notícia sobre as atividades da companhia, um resultado trimestral fora do esperado, uma mudança de gestão, entre outros fatores.

Assim, a empresa pode ter sua cotação alterada rapidamente, o que mudará o seu dividend yield

Além disso, os dividendos por ação pagos podem ser mudados por diversos fatores: a empresa pode anunciar dividendos extraordinários gerados pela venda de um ativo. 

Por outro lado, a companhia pode também avaliar que é um momento de crescer suas operações no mercado e, com isso, diminuir seu pagamento de proventos.

Há também uma mudança dependendo do tipo de ação: as preferenciais costumam receber mais dividendos, enquanto as ordinárias recebem menos.

Por fim, o payout da empresa (ou seja, o quanto de seu resultado ela distribui aos acionistas) pode variar, mudando assim o resultado de DY.

Um Dividend Yield alto é bom ou ruim?

De fato, em um primeiro momento, ver uma empresa com um dividend yield alto pode parecer muito atrativo. No entanto, nem sempre é o caso.

Por exemplo, pode ser que a cotação da companhia tenha caído de forma relevante porque ela está gerando maus resultados ou por causa de algum esquema de fraude ou corrupção.

Além disso, ela pode ter aumentado seu DY por conta de uma distribuição extraordinária de dividendos, o que distorce a métrica. 

Por outro lado, pode sim ser uma oportunidade de investimentos gerada por uma crise ou desconfiança no setor de atuação da companhia.

Por isso, é importante sempre avaliar um ativo, seja ação ou até mesmo fundo imobiliário, usando várias métricas financeiras.

Dessa forma, a tomada de decisões fica muito mais fácil e o investidor tende a selecionar melhores ativos considerando vários fatores.

Você ainda tem algum questionamento sobre o dividend yield e seu funcionamento? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é taxa Selic?
O que é IPCA acumulado?
O que é IOF?

Veja Também

7 investimentos isentos de imposto de renda
Guia
Há um dia • 6 min de leitura

7 investimentos isentos de imposto de renda

O que é Fan Token e como funciona?
Guia
Há uma semana • 5 min de leitura

O que é Fan Token e como funciona?