Future of Money

Notcoin: criptomoeda de jogo no Telegram dispara 60% e mira valor de US$ 1 bilhão

Lançada neste mês, moeda digital ligada ao aplicativo de mensagens tem atraído investidores e milhares de usuários

Telegram anunciou integração com blockchain Ton (Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Telegram anunciou integração com blockchain Ton (Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 28 de maio de 2024 às 14h40.

A criptomoeda notcoin segue chamando a atenção do mercado pela forte valorização acumulada desde o seu lançamento, em 16 de maio. O ativo digital ganhou popularidade porque está ligado a um jogo integrado ao aplicativo de mensagens Telegram que já conquistou milhares de usuários.

Dados da plataforma CoinGecko apontam que, apenas nos últimos sete dias, o ativo acumula uma valorização de 68,2%, cotado a US$ 0,0091. Atualmente, porém, ele é apenas o 110º maior do mercado em termos de capitalização total. Ao mesmo tempo, a sua capitalização tem crescido, ultrapassando a casa dos US$ 900 milhões.

Caso o cenário de alta atual se mantenha, há chances do ativo superar a barreira dos US$ 1 bilhão de capitalização e chegar à lista das 100 criptomoedas mais valiosas do mundo. Apenas nas últimas 24 horas, o notcoin acumula uma valorização de 19,8%, também segundo o CoinGecko.

A alta ocorre menos de uma semana após o lançamento de uma atualização no jogo Notcoin que estabeleceu um sistema de missões com recompensas na criptomoeda para os jogadores. O jogo foi desenvolvido e integrado no Telegram, aparecendo para os usuários do aplicativo.

Nele, usuários do Telegram podem minerar unidades de notcoin ao clicar em uma moeda animada que aparece no chat do aplicativo. O processo faz parte do mecanismo de validação de transações da rede do projeto. Logo após a estreia, o ativo chegou a ser elogiado pelo CEO do Telegram.

Em uma publicação, Pavel Durov disse que a "Notcoin, um mini aplicativo no Telegram, alcançou mais de 35 milhões de usuários ativos em apenas alguns meses. Essa incrível história de sucesso mostra quão poderoso os ecossistemas do Telegram e do Ton são para os desenvolvedores".

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para investir.  

"De repente, os usuários da NotCoin que apenas jogavam um jogo por diversão podem converter a moeda que obtiveram no jogo em um dinheiro de verdade", destacou o executivo. Além de ser lançada em diversas corretoras, a criptomoeda também teve um airdrop, espécie de distribuição gratuita para usuários.

O ativo foi criado a partir do blockchain Ton, que está ligado ao Telegram e foi escolhido pela plataforma de mensagens como sua rede principal para desenvolvimento de projetos. Ao todo, mais de 80 bilhões de tokens foram distribuídos gratuitamente para usuários, junto com o início de negociações em exchanges.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:TelegramCriptomoedasCriptoativos

Mais de Future of Money

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Show com Lauryn Hill e Mano Brown no Allianz Parque lança NFTs comemorativos

Governo da Alemanha conclui vendas de bitcoin e soma R$ 15 bilhões arrecadados

Mais na Exame