Future of Money

Criptomoeda ligada ao Telegram estreia no mercado com disparada de 4.650% e alta volatilidade

NotCoin foi lançada como parte de um jogo em alta no aplicativo de troca de mensagens Telegram, atraindo investidores

Nova criptomoeda ligada ao Telegram estreou nesta semana (Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Nova criptomoeda ligada ao Telegram estreou nesta semana (Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 16 de maio de 2024 às 16h22.

Aguardado por milhares de investidores de criptomoedas, o NotCoin (NOT) estreou em listagem inicial em diversas corretoras de criptomoedas na manhã desta quinta-feira, 16. E as expectativas em torno do ativo fizeram com que ele atingisse picos de preço que chegaram a uma valorização de 4.650%, mas também com alta volatilidade.

Na Binance, por exemplo, o token foi lançado a um preço inicial de US$ 0,00077 e atingiu US$0,037, um ganho de 4,650%, antes de recuar para cerca de US$ 0,011, ainda com uma alta de 1.342% no acumulado do dia. No momento em que o valor foi registrado, o volume de negociação da criptomoeda na corretora oscilava em torno de US$ 88,8 milhões.

Ao mesmo tempo, a Binance também distribuiu mais de 3  bilhões de unidades do NotCoin em um evento que atraiu 177 mil participantes interessados, que por sua vez precisaram depositar 18 milhões de unidades da cripto BNB para participar. Outros 194 mil participantes também receberam os ativos, precisando depositar 2 bilhões de unidades de uma stablecoin pareada ao dólar.

Pelas regras da Binance, a distribuição - que foi equivalente a 3% de toda a oferta do token - foi feita de forma que 85% das unidades foram distribuídas para os depositantes de BNB e 15% para os depositantes da stablecoin, a FDUSD.

Para especialistas, o alto interesse em torno da NotCoin está relacionado à popularidade do projeto no aplicativo de mensagens Telegram. A criptomoeda faz parte de um jogo que foi lançado na plataforma e disparou em popularidade desde então.

Ao todo, o projeto já conta com mais de 35 milhões de jogadores, que atualmente se concentram na construção de um ecossistema em torno da nova criptomoeda, incluindo uma plataforma de jogos e ferramentas de exploração de projetos Web3.

No jogo, usuários do Telegram podem minerar unidades do NotCoin ao clicar em uma moeda animada que aparece no chat do aplicativo. O processo faz parte do mecanismo de validaçaõ de transações. Além da Binance, o NotCoin também foi listado na Bitget, na OKX e na Bybit.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosTelegram

Mais de Future of Money

IA e blockchain: a união do futuro? Apostando no setor, BTG disponibiliza duas novas criptos na Mynt

Morgan Stanley revela investimento de mais de R$ 1 bilhão em ETFs de bitcoin

Dona da Bolsa de Chicago quer oferecer negociação à vista de bitcoin e competir com exchanges

Investidor usa criptomoeda meme pepe para transformar US$ 3 mil em US$ 46 milhões

Mais na Exame