Future of Money

FTX anuncia parceria que pode salvar corretora cripto da falência e retomar saques

À beira da falência, corretora de criptomoedas receberá ajuda financeira semanal para liberar saques de investidores, até então bloqueados

Justin Sun, da Tron (Getty Images/Reprodução)

Justin Sun, da Tron (Getty Images/Reprodução)

Na última semana, a corretora de criptomoedas FTX passou por uma série de altos e baixos que deixaram o mercado cada vez mais em polvorosa. De segunda maior do mundo, a empresa passou a estar por um fio graças à uma série de acontecimentos que culminaram em saques massivos na plataforma. No entanto, a situação parece ter encontrado uma luz no fim do túnel a partir de uma parceria com Justin Sun, fundador do blockchain Tron.

A partir da parceria, a FTX receberia uma ajuda financeira semanal para poder liberar os saques de investidores em sua plataforma.

“Temos o prazer de anunciar que chegamos a um acordo com a Tron para estabelecer uma facilidade especial para permitir que os detentores de TRX, BTT, JST, SUN e HT troquem ativos de FTX 1:1 para carteiras externas”, anunciou a FTX nesta quinta-feira, 10.

(Mynt/Divulgação)

Inicialmente, o valor a ser depositado será de US$ 13 milhões em ativos. No entanto, este valor pode mudar, segundo o anúncio.

“O valor a ser depositado dependerá de uma série de fatores, como demanda de saque e capacidade de financiamento a ser fornecida pela Tron”, afirmou a publicação.

A iniciativa pode fornecer uma “luz no fim do túnel” para a FTX, que já havia sido declarada como “morta” pela maioria dos especialistas e investidores após a desistência da Binance em adquirir a corretora.

No entanto, o valor de US$ 13 milhões pode ser pouco para resolver a situação por completo. Ainda que novos depósitos estejam previstos, segundo o próprio CEO da FTX, Sam Bankman-Fried, o valor total necessário para salvar a FTX da falência é de aproximadamente US$ 8 bilhões.

“Ao fornecer um cronograma definido da quantidade de tokens a serem introduzidos no mercado e o tempo correspondente, nosso objetivo é fornecer mais clareza ao mercado, permitindo que os usuários tomem decisões mais informadas”, informou a FTX.

"Um pequeno passo para a estabilidade da indústris cripto, um grande passo para os usuários da FTX e da Tron", publicou Justin Sun em seu Twitter.

A FTX também informou que os depísitos de TRON, a criptomoeda do blockchain TRON, estarão desativados em sua plataforma durante o período de recuperação da corretora.

“Agradecemos sinceramente sua paciência e apoio à FTX durante este período! E esperamos ter mais informações para compartilhar em um futuro próximo. Também somos muito gratos à equipe da Tron por nos ajudar nesses tempos difíceis e fornecer suporte para a indústria de criptomoedas em geral”, concluiu a empresa.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:Criptomoedas

Mais de Future of Money

Bitcoin ou ether: o que comprar após forte queda das criptomoedas?

Empresa brasileira usa tokenização para permitir investimentos em hits do piseiro

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Mais na Exame