Banco Central da Turquia bane pagamentos com criptomoedas

Em comunicado, o Banco Central turco disse nesta sexta-feira que criptomoedas são excessivamente voláteis e podem ser utilizadas para atividades ilegais
 (Karen Bleier/AFP)
(Karen Bleier/AFP)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 16/04/2021 às 09:57.

Última atualização em 16/04/2021 às 09:58.

A Turquia vai banir o uso de criptomoedas como forma de pagamento, após meses de turbulência econômica levarem investidores locais a trocar a lira turca por bitcoin e moedas estrangeiras.

Em comunicado, o Banco Central turco disse nesta sexta-feira que criptomoedas são excessivamente voláteis e podem ser utilizadas para atividades ilegais.

A instituição argumentou também que moedas digitais "não estão sujeitas a regulação, mecanismos de supervisão ou a uma autoridade regulatória central".

Na Turquia, as criptomoedas ganharam atratividade após a lira turca cair fortemente ante o dólar nas últimas semanas, em reação a uma abrupta mudança na presidência do BC turco, que vinha elevando juros agressivamente, movimento que desagradou o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan.

Nesta quinta-feira, o BC turco decidiu manter seu juro básico em 19%, no primeiro anúncio de política monetária sob seu novo presidente, Sahap Kavcioglu. A iniciativa turca de banir criptomoedas, que foi inicialmente anunciada na gazeta oficial do país, entra em vigor no dia 30 de abril.