Bilionário do Shark Tank diz que ter bitcoin é como investir na Microsoft

Kevin O’Leary, bilionário e apresentador do Shark Tank, demonstrou otimismo quanto às criptomoedas e fez comparações com outros sucessos da tecnologia
O apresentador já chegou a chamar o bitcoin de "inútil", mas mudou de ideia (Christopher Willard/Getty Images)
O apresentador já chegou a chamar o bitcoin de "inútil", mas mudou de ideia (Christopher Willard/Getty Images)
M
Mariana Maria SilvaPublicado em 21/02/2022 às 18:50.

Para Kevin O’Leary, apresentador da versão norte-americana do famoso programa de TV Shark Tank, investir em bitcoin é como investir em ações da Microsoft ou do Yahoo.

Historicamente, O’Leary se posicionou contra as criptomoedas, chegando a rotular o bitcoin como uma “moeda inútil” em 2019. No entanto, sua opinião mudou muito nos últimos anos, e o famoso apresentador agora aloca a maior parte de seus novos investimentos no setor.

Na mesma publicação, Kevin O’Leary ainda afirmou que o bitcoin não seria apenas uma moeda, mas um software. A comparação se tornou um clássico do universo dos criptoativos, e já foi feita por Anthony Scaramucci, fundador da SkyBridge Capital, André Portilho, head de Digital Assets do BTG Pactual, e mais recentemente, Jurrien Timmer, diretor de Global Macro da Fidelity Investments, que comparou o crescimento do bitcoin com as ações da Apple nos anos 90.

Também conhecido como “Mr. Wonderful”, o bilionário se encontra extremamente otimista quanto às criptomoedas, investindo em bitcoin, MATIC e SOL. Recentemente, chegou a prever que o preço do bitcoin atingiria 300 mil dólares assim que houver clareza regulatória no setor.

“Em algum momento nos próximos dois a três anos, as entidades regulatórias dos EUA farão uma declaração sobre as criptomoedas. Quando isso acontecer, se eu tiver um fundo estatal ou um plano de aposentadoria, provavelmente vou alocar de um a três por cento para isso. E eu quero estar em posição comprada no bitcoin quando isso acontecer. Ele pode chegar a 300 mil dólares quando as instituições finalmente puderem comprá-lo”, afirmou O’Leary em uma entrevista.

Atualmente, o preço da maior criptomoeda do mundo em valor de mercado opera em queda na faixa dos 38 mil dólares.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok